Polícia Federal prende presidente da Petrobrás do governo Dilma. Bendine já está a caminho de Curitiba.

Dilma tirou-o da presidência do BB para a presidência da Petrobrás, que pegava fogo. A Lava Jato chega ainda mais perto da petista.
CLIQUE AQUI para saber as razões do MPF para prender Bendine.

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, a 42ª fase da Lava-Jato. Denominada Operação Cobra, a ação cumpre 11 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária no Distrito Federal e nos Estados de Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo a PF, Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras, é alvo da investigação por prática de corrupção e lavagem de dinheiro.

A investigação da PF aponta que Bendine e pessoas ligadas a ele teriam solicitado vantagem indevida para que a Odebrecht não fosse prejudicada em futuras contratações da Petrobras. Em troca, a empreiteira teria efetuado o pagamento em dinheiro de ao menos R$ 3 milhões.

Os presos devem ser levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre a prisão.
CLIQUE AQUI para ler reportagem da Tribuna da Internet: "Bendine pedia propinas como interlocutor de Dilma".