O diagnóstico da esquizofrenia pode ser feito rapidamente pela fala.

O método de diagnóstico que analisa fala dos pacientes (pesquisadores brasileiros encontraram a alternativa) prevê casos de esquizofrenia com 80% de precisão. O estudo contribui especialmente para diagnóstico de crianças e adolescentes

A revista Veja desta semana dedica duas páginas a este novo método que analisa fala dos pacientes e favorece diagnóstico de esquizofrenia em crianças e adolescentes. O método que analisa fala dos pacientes favorece diagnóstico de esquizofrenia em crianças e adolescentes.

Leia sobre o assunto:

O novo método de diagnóstico da esquizofrenia desenvolvido pelos cientistas do Instituto do Cérebro da UFRN se baseia na análise da fala dos pacientes. De acordo com a autora principal do artigo, a psiquiatra Natália Mota, a psicopatologia clássica já via na maneira de se expressar do esquizofrênico uma forma de distinguir a doença de outras, como do transtorno bipolar:

- Há muito tempo os sintomas da desordem do pensamento expressa na fala foram descritos como típicos da esquizofrenia. Não apenas o conteúdo do que a pessoa fala, mas a forma. O psiquiatra observa esses sintomas com base no que chama de 'descarrilamento do pensamento e frouxidão das ideias.

CLIQUE AQUI para ler tudo.