Suprema Corte dos EUA dá razão a Trump e restabelece decreto migratório

A Suprema Corte dos Estados Unidos garantiu uma vitória nesta segunda-feira ao presidente Donald Trump ao permitir que entre em vigor sua restrição temporária de viajantes de seis países de maioria muçulmana e de todos os refugiados, que valerá para pessoas que não tenham laços fortes com os EUA, concordando em decidir ainda este ano sobre a legalidade do decreto.

O caso representa um importante teste para os poderes presidenciais.

Trump fica mais forte para enfrentar a vanguarda do atraso.

Os juízes, em sua decisão ainda não assinada, concederam partes do pedido de urgência do governo Trump para que o decreto entre em vigor imediatamente, enquanto a disputa judicial continua.