Entrevista, Jerônimo Goergen - Sem dinheiro, a militância voltou a contar na busca dos votos

ENTREVISTA
Jerônimo Goergen, deputado Federal, PP do RS

Acho que nenhum político visitou tantos municípios quanto o senhor nesta campanha eleitoral. Quantos foram até agora ?
252, sendo que visitei alguns deles mais de uma vez.

Eu sei que o senhor é do PP, mas também sei que é capaz de analisar em paixão partidária: quem vai ganhar ?
PP e PMDB continuarão os Partidos que mais elegem, sendo que o PT apresenta-se muito timidamente e dificilmente manterá tudo o que tem.

Nestas suas andanças, o clima é pacífico ou acontecem casos como este de Goiás, de ontem ?
A mídia de Porto Alegre não reflete de fato o que acontece, porque assassinatos, tentativas de assassinato e agressões, ocorrem de modo impressionante, sobretudo nas regiões Celeiro e da Pordução.

E a corrupção eleitoral - a força do dinheiro ?
Na reta final, ouço muitos relatos de eleitores que vinculam o voto a algum benefício, em troca, sobretudo de dinheiro vivo, mas os candidatos estão sem dinheiro por causa das restrições de doações. Os orçamentos das campanhas despencaram.

As campanhas afrouxaram ?
Não acho.Com a falta de dinheiro, a militância voltou a contar na buscado voto.

Nenhum comentário: