Senado brasileiro aprova acordo de Paris

O Senado aprovou nesta quinta-feira, a adoção no País do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, que prevê que todos as nações tomem medidas para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa a fim de conter o aquecimento global a bem menos de 2°C até o final do século.

O texto já tinha sido aprovado pela Câmara em meados de julho e segue agora para promulgação da Presidência da República. O avanço foi mais rápido do que o esperado e há a expectativa de que o acordo seja ratificado até setembro.

Como contribuição ao acordo, o Brasil se comprometeu a reduzir suas emissões em 37% até 2025, com indicação de chegar a 43% até 2030, na comparação com os valores de 2005. Para atingir a meta, se propôs a zerar o desmatamento ilegal na Amazônia até 2030, a recuperar 12 milhões de hectares de áreas desmatadas e aumentar a fatia de fontes renováveis na matriz energética.

5 comentários:

Anônimo disse...

Perfeito, frota nacional de veículos somente elétricos, este é o caminho.

Anônimo disse...

Enquanto isso o povo que morra pela mãos da violência e da falta de saúde! Assinar um pacto combatendo isso nem pensar! Daí o cara preocupado com mudança climática e nem dá bola de viver essa roleta russa de todos os dias...

Anônimo disse...

Enquanto isso o povo que morra pela mãos da violência e da falta de saúde! Assinar um pacto combatendo isso nem pensar! Daí o cara preocupado com mudança climática e nem dá bola de viver essa roleta russa de todos os dias...

Anônimo disse...

Este acordo é um que nunca funciona,não sei qual o pior,se é este ou a lei Maria da inutilidade da penha.Tudo balela.Só no papel.

Anônimo disse...

Nos dias atuais, saber é sofrer.

Isso é o governo mundial determinando o que devemos fazer. Um governo das sombras, sem rosto. Como a população está desinformada aceita docilmente essa imbecilidade do aquecimento global, que é totalmente destruído pela CIÊNCIA.

Ao invés de procurarem o conhecimento e a cultura, ficam vendo olimpíadas, novelas, Faustão, futebol e outras porcarias.

È realmente triste ver o nível baixíssimo de conhecimento do povo nos dias de hoje.