O aviso foi dado: pedalar faz mal

Eram só sorrisos: Mantega, Nelson Barbosa (atual ministro do Planejamento), Antonio Henrique e Arno Augustin. 


Nesta reportagem assinada por Leandra Peres para o jornal Valor de hoje, fica claro que dois anos e meio antes de as “pedaladas fiscais” justificarem a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e pelo menos um ano antes do início da campanha pela reeleição, técnicos do Tesouro Nacional elaboraram, em julho de 2013, um diagnóstico de 97 páginas sobre a situação fiscal e econômica do país, advertindo para os crimes das pedaladas fiscais.

Leia toda a reportagem:

Mantido sob sigilo até agora, o relatório, ao qual o Valor teve acesso, continha um claro alerta à cúpula do governo: “O prazo para um possível ‘downgrade’ é de até 2 anos”; “Ao final de 2015 o TN [Tesouro Nacional] estaria com um passivo de R$ 41 bilhões” na conta dos subsídios em atraso; “Contabilidade ‘criativa’ afeta a credibilidade da política fiscal”.

Novos avisos foram incluídos em uma versão revisada, de setembro de 2013. O caixa do Tesouro estava muito baixo e foi citado no documento como “risco para 2014”. Os técnicos do Tesouro projetavam um “déficit sem perspectiva de redução”, falavam em “esqueletos” que teriam que ser explicitados e recomendavam “interromper imediatamente quaisquer operações que produzam resultado primário sem a contrapartida de contração da demanda agregada ou que gere efeitos negativos sobre o resultado nominal e/ou taxa implícita da dívida líquida”.


O trabalho foi concluído em novembro de 2013 e apresentado ao então secretário do Tesouro, Arno Augustin. As 97 páginas do documento original foram resumidas em 16 slides.

CLIQUE AQUI para ler. No link, o leitor também poderá examinar fac similes do relatório. 

8 comentários:

Anônimo disse...

Rindo de que ???????

Luiz Oliveira disse...

Parecia que estavam rindo da desgraça do povo brasileiro, que eles sabiam estar produzindo.

Anônimo disse...

a gauchada deveria sentir orgulho desta sua cria.
Sartori deveria convoca-lo para secretario da fazenda,colocaria as finanças nos trilhos.

Anônimo disse...

Putz, dá para entender porque estamos ferradíssimos. Quantas gerações serão necessárias até que o país volte aos patamares a.dm (antes dillmandioca). Esses indivíduos têm a capacidade de falir qualquer mercadinho/boteco. O Brasil estava em uma situação muito boa, por isso o buraco só apareceu em 2015.
A propósito, esse arno e a mandioca têm curso de Economia!

Anônimo disse...

Bastidores das eleições venezuelanas.
li essa reportagem e lembrei será que não aconteceu o mesmo aqui no brasil ?????
http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/foro-de-sao-paulo/16241-2015-12-11-01-35-10.html

Anônimo disse...

Deram o aviso para o vice-presidente Michael Temer, do PMDB do Eduardo Cunha, também? Não seria necessário, afinal o homem é constitucionalista, portanto conhecedor das Leis e mesmo assim assina seis Decretos de Pedaladas Fiscais?

Anônimo disse...

O editor chapa-branca já avisou para o FHC que "pedalar" faz mal?

Anônimo disse...

Xi as 18:54, a PF vai chegar em ti! Lula não pedalou? Lula nada no dinheiro.