Vereadores proíbem serviço do Uber em Porto Alegre

Por 12 votos contra nove, a Camara de Vereadores de Porto Alegre proibiu os serviços do Uber em Porto Alegre.

16 comentários:

Anônimo disse...

Nossos edis são carroceiros e trogloditas.

Anônimo disse...

O problema continuará sendo sempre o mesmo. Os órgãos da prefeitura são movidos a denuncia. Não existe uma fiscalização sistematizada. Posso citar vários exemplos: poluição visual, vários cortes irregulares de árvores, comercio de alimentos sem alvará de saúde em todo canto da cidade, Transito, comercio irregular, calçamento quebrado (inclusive de responsabilidade da prefeitura) etc. Desafio o Fortunati demonstrar um relatório para o editor de todas as ações fiscalizatória em sua gestão. Principalmente da SMIC que esta sucateada em recursos humanos e materiais. Não existe Lei que funcione em lugar algum sem fiscalização. O serviço publico voltado a fiscalizar do município e estado são precariamente reativos.

Anônimo disse...

Que estado atrasado, ridículo.

Anônimo disse...

Parabens aos vereadores. pois até onde eu entendo , se é um novo serviço deve ir para licitação com ampla concorrencia entre empresas. Alexandre Boeira

Anônimo disse...

Somente os comunistas FDP são contra o UBER.
Prevaleceu a teta estatal sobre a livre iniciativa!
A câmara de POA deveria ser chamada de casa dos favorecidos e não casa do povo!
Se POA eleger um só desses idiotas, é porque gosta de levar chute bo traseiro!

Anônimo disse...

Táxi grátis pra sempre então?

Anônimo disse...

Os vereadores de Porto Alegre são mais sensíveis a um grupo de taxistas do que a população inteira da cidade. Esta lei não vai passar. O prefeito, se atender a população e não aos taxistas, deverá vetar-lá . Mais uma demonstração de atraso de Poa. Foi assim, há 90 anos, quando os auto de praça começaram a substituir as carruagens.

Anônimo disse...

Porto Alegre tem taxis e motoristas muito nojentos. Dentre as capitais que conheco eh uma das piores.

Anônimo disse...

Qual a surpresa? É só o Estado sendo Estado, atrapalhando a vida de tudo e de todos. É claro que o Uber não seria permitido numa cidade esquerdista, só que se eu fosse representante do app, viraria para o Estado e apertaria o botão do FODA-SE, se vocês podem espoliar a população com impostos, eu posso prestar serviço de transporte de boa qualidade sem placa nem essas frescuras que só servem para criar reserva de mercado e feudos de taxistas...

ANARCOCAPITALISMO JÁ!

Anônimo disse...

Como votou cada vereador?

Roberto disse...

Até mesmo em um ambiente razoavelmente limpo de ideologias ultrapassadas, como este espaço, ainda existem pessoas que defendem a regulação de coisas que não dizem respeito ao governo, no caso, municipal (veja o comentário do anônimo das 21:56 de ontem). Quando um arremedo de partido como o petê tem um eleitorado cativo de 30% do eleitores brasileiros, o que podemos esperar?

Anônimo disse...

Eu usei o Uber em SP e achei o serviço e os preços muito melhores que o dos táxis.
Uber é coisa de país com livre mercado, liberdade, e que preza por serviços de qualidade, não para uma cidade como Porto Alegre que ainda tem veículos com tração animal andando pelas ruas.

Jose disse...

Segundo pesquisa feita em todo pais pelo CEST SENAT o serviço de taxi de Porto Alegre, foi considerado o melhor pelos USUARIOS.

Anônimo disse...

Uber, não pode, transporte clandestino ao redor do Bradescão da Júlio de Castilhos, pode.
Eterna capital provinciana...

Anônimo disse...

Sinceramente , não esperava outra atitude destes vereadores de m....

Anônimo disse...

E aquele serviço de táxi irregular na restinga? Por que a EPTC nunca fiscalizou até hoje?