Artigo, Vinicius Torres Freire, Folha - Bestializados e reféns

O país parece "bestializado, atônito" e mesmo surpreso com o tamanho do descaramento, do cinismo, da roubança e com o descaso terminal da "elite política" com a ideia de manter mesmo a aparência de espírito público.

Além do tumulto sórdido de Brasília, parece que sobreveio uma apatia silenciosa, um embotamento desesperançado de quem está sequestrado, amarrado e impotente. O país está quieto, como que pasmo com a infâmia.

O eleitorado, na maioria de dois terços, quer ver o governo pelas costas. No entanto, apesar da mistura comum de raiva e torpor, está dividido, por vezes de forma odienta, a respeito da política maior, do que fazer com os rumos sociais e econômicos.


Por ora, o povo ("nós, o povo") projeta apenas na elite política detestada a causa de problemas que na verdade refletem divisões profundas do que fazer de políticas e fundos públicos.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Gilmar Mendes arquivou investigação contra Eduardo Cunha em 2014

22/10/2015

Jornal GGN - Publicado no Diário Oficial, um despacho de 6 de maio de 2014 do ministro Joaquim Barbosa manda autuar e distribuir uma investigação da Polícia Federal sobre crimes financeiros. A PF identificou transações cambiais com indícios de irregularidades, que teriam sido cometidas por várias pessoas, incluindo o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o ex-senador Jorge Bornhausen, entre outros.

A petição tramitou com "segredo de justiça" e foi distribuída para o ministro Celso de Mello, que se declarou suspeito, dando continuidade à distribuição da petição, que foi para o ministro GIlmar Mendes, que arquivou os documentos e os devolveu para a Procuradoria-Geral da República.

Atualizado às 10h28. Ao contrário do afirmado anteriormente e na matéria do Jornal do Brasil, o senador Álvaro Dias, do PSDB, não aparece na petição, e sim Álvaro Costa Dias, ex-deputado do PDT no Rio Grande do Norte.

O site "Migalhas" trouxe à tona nesta quarta-feira (21) um despacho do dia 6 de maio de 2014 do ministro Joaquim Barbosa, publicado no Diário Oficial, em que manda autuar e distribuir uma investigação da Polícia Federal na Divisão de Repressão a Crimes Financeiros.

Segundo a PF, foram identificadas transações cambiais com indícios de irregularidades supostamente realizadas por várias pessoas, nas quais se incluem o atual presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Além dele, aparecem na lista o senador Álvaro Dias (PSDB), o ex-senador Jorge Bornhausen, entre outros.

A Petição 5.169, que tramitou com "segredo de justiça", foi distribuída ao ministro Celso de Mello. Declarando-se suspeito, Mello deu continuidade à distribuição da petição, que caiu nas mãos do ministro Gilmar Mendes, que mandou arquivar os documentos e os devolveu à Procuradoria-Geral.

O "Migalhas" acrescenta que, como se trata de investigação aberta em 2006, a qual envolvia personagens com foro privilegiado, o caso aportou na PGR (as decisões dos ministros Joaquim Barbosa e Gilmar citam a cota do parquet, sem dizer quem a subscreveu). Na época (de 2005 a 2009), o chefe do MPF era Antonio Fernando Barros e Silva de Souza, que hoje é justamente o advogado que representa os interesses do presidente da Câmara.

PS: Triangulo: Gilmar, Cunha e Antônio Fernando...

Anônimo disse...

A unica coisa para deter a sanha, a canalhice, a roubalheira, o cinismo, o despreparo, a falta de cultura, a ausência de bom senso, a falta de quadros dos comunistas é o pulso forte, destemido e determinado das FFAA.
Comunistas adoram bola. Mas, morrem de medo de bala.

Não tem nada de traumático se os militares estiverem prontos para defender a população desses ratos rasos e porcos imundos. Os países em volta já se armam para sufocar a vontade soberana da sociedade brasileira em dar um basta nas péssimas intenções que o PT, Foro de São Paulo, Farc, Cuba planeja para nós. A mamata pode acabar.

Fidel Castro depois de sugar o sangue dos cubanos, e em seguida dos venezeelanos, agora quer escravizar o Brasil. E esse processo já está em adiantado estágio de andamento. O Brasil nos últimos 12 anos investiu mais lá fora do que aqui dentro e nesse tempo só roubou, roubou e roubou.


LULA & CIA NA CADEIA. Com militares ou não.

A canalhice velhaca e venal de ponta a ponta reina no coração da República.
Rodrigo Janot está engessado feito um capacho de baixa qualidade do PT. As togas se sentem envergonhadas em guardar os ombros daqueles que as vestem.

Anônimo disse...

A unica coisa para deter a sanha, a canalhice, a roubalheira, o cinismo, o despreparo, a falta de cultura, a ausência de bom senso, a falta de quadros dos comunistas é o pulso forte, destemido e determinado das FFAA.
Comunistas adoram bola. Mas, morrem de medo de bala.

Não tem nada de traumático se os militares estiverem prontos para defender a população desses ratos rasos e porcos imundos. Os países em volta já se armam para sufocar a vontade soberana da sociedade brasileira em dar um basta nas péssimas intenções que o PT, Foro de São Paulo, Farc, Cuba planeja para nós. A mamata pode acabar.

Fidel Castro depois de sugar o sangue dos cubanos, e em seguida dos venezeelanos, agora quer escravizar o Brasil. E esse processo já está em adiantado estágio de andamento. O Brasil nos últimos 12 anos investiu mais lá fora do que aqui dentro e nesse tempo só roubou, roubou e roubou.


LULA & CIA NA CADEIA. Com militares ou não.

A canalhice velhaca e venal de ponta a ponta reina no coração da Replública.
Rodrigo Janot está engessado feito um capacho de baixa qualidade do PT. As togas se sentem envergonhadas em guardar os ombros daqueles que as vestem.

Anônimo disse...

O MOTIVO DA INDEFINIÇÃO DO IMPEACMENT DA DILMA É A OPOSIÇÃO POLÍTICA DESTE PAÍS, QUE É FROUXA E NÃO TEM UM LÍDER QUE SE EXPONHA E VÁ PRA A RUA SOMAR-SE AO POVO. NÃO ADIANTA O AÉCIO NEVES E OUTROS BRADAREM DENTRO DO CONGRESSO CONTRA OS DESMANDOS DA DILMA, POIS ESSES DISCURSO NÃO REPERCUTEM FORA DO PARLAMENTO. ENQUANTO ISSO O LULA VIAJA PELO NORDESTE, COMUNICANDO-SE COM OS QUE O APOIAM. O POVO ESTÁ FICANDO ABANDONADO, SEM APOIO POLÍTICO.

Anônimo disse...

O MOTIVO DA INDEFINIÇÃO DO IMPEACHMENT DA DILMA É A OPOSIÇÃO POLÍTICA DESTE PAÍS, QUE É FROUXA E NÃO TEM UM LÍDER QUE SE EXPONHA E VÁ PRA A RUA SOMAR-SE AO POVO. NÃO ADIANTA O AÉCIO NEVES E OUTROS BRADAREM DENTRO DO CONGRESSO CONTRA OS DESMANDOS DA DILMA, POIS ESSES DISCURSO NÃO REPERCUTEM FORA DO PARLAMENTO. ENQUANTO ISSO O LULA VIAJA PELO NORDESTE, COMUNICANDO-SE COM OS QUE O APOIAM. O POVO ESTÁ FICANDO ABANDONADO, SEM APOIO POLÍTICO.

Anônimo disse...

Janot mantém o congresso encabrestado e sob o chicote da procuradoria vermelha…Nem foi preciso fechar o congresso….OS PARLAMENTARES COVARDES , TAL COMO CAVALOS MANSOS, JÁ ACEITARAM O CABRESTO….porque será que os tucanos são tão educados ???? …. quem mantém a ditadura vermelha é Janot na PGR e Xavasca no STF…