Mande esta mensagem para os deputados estaduais gaúchos agora mesmo. Proteste contra manobra petista sobre Ideologia de Gênero.

Será votado amanhã o projeto que inclui ideologia de gênero nos currículos escolares.É mais uma armação lulopetista petista para desorganizar, desmoralizar e, por fim, dominar a sociedade. 

Vale a pena participar da campanha de e-mails a seguir, enviando protestos para os deputados estaduais.

É a hora de lotar as caixas de emails dos deputados com mensagens contrárias à Ideologia de Gênero. A votação, no plenário da Assembleia, é amanhã, terça, e a situação é muito delicada. 

A seguir, vai uma mensagem padrão e é preciso que seja enviada aos parlamentares por email, utilizando o seguinte procedimento:

- Coloquem como "destinatário" da mensagem vocês mesmos. Por exemplo, no meu caso eu vou enviar o email para mim mesmo (rodolfocanonico@gmail.com);
- No campo "Cco" (cópia oculta), coloquem a lista de emails dos deputados. Já excluímos os membros de partidos favoráveis à Ideologia; a lista está disponível na primeira mensagem deste tópico.

A lista dos e-mails dos deputados:

adilson.troca@al.rs.gov.br; ajbrito@al.rs.gov.br; alexandre.postal@al.rs.gov.br; aloisio.classmann@al.rs.gov.br;alvaro.boessio@al.rs.gov.br; any.ortiz@al.rs.gov.br; bombeiro.bianchini@al.rs.gov.br; cirosimoni@al.rs.gov.br;dr.basegio@al.rs.gov.br; edson.brum@al.rs.gov.br; eduardo.loureiro@al.rs.gov.br; elton.weber@al.rs.gov.br;enio.bacci@al.rs.gov.br; frederico.antunes@al.rs.gov.br; gabriel.souza@al.rs.gov.br; gerson.borba@al.rs.gov.br;gilberto.capoani@al.rs.gov.br; gilmar.sossella@al.rs.gov.br; ibsen.pinheiro@al.rs.gov.br; joao.fischer@al.rs.gov.br;pozzobom@al.rs.gov.br; juliana.brizola@al.rs.gov.br; liziane.bayer@al.rs.gov.br; deputado.lara@al.rs.gov.br;marcel.vanhattem@al.rs.gov.br; marcelo.moraes@al.rs.gov.br; mario.jardel@al.rs.gov.br; marlon.santos@al.rs.gov.br;mauricio.dziedricki@al.rs.gov.br; missionario.volnei@al.rs.gov.br; pedro.pereira@al.rs.gov.br; regina.becker@al.rs.gov.br;ronaldo.santini@al.rs.gov.br; sergio.peres@al.rs.gov.br; sergio.turra@al.rs.gov.br; silvana.covatti@al.rs.gov.br;gab.tiagosimon@al.rs.gov.br; zanchin@al.rs.gov.br; zila.breitenbach@al.rs.gov.br

- Não esqueçam de colocar os dados pessoais no fim da mensagem: nome, telefone e endereço. Isso é fundamental para a credibilidade da mensagem.
- Após enviar aos deputados a mensagem padrão, enviem aos seus amigos a mensagem e a lista de deputados, e peçam para eles seguirem exatamente este procedimento descrito aqui e também passarem adiante a mensagem.

Texto a ser enviado imediatamente:

PELA RETIRADA DA IDEOLOGIA DE GÊNERO DO PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO
Caríssimo deputado(a),
Na próxima terça-feira, 23 de junho, será votado no plenário da Assembleia Legislativa o Plano Estadual de Educação (PEE). Universalização do ensino, percentuais de investimento e qualificação dos professores constituem tópicos naturais de debate. Contudo, venho chamar a máxima atenção do senhor(a) contra o grave perigo da inclusão da denominada “Ideologia de Gênero” entre as diretrizes do plano. Vale ressaltar que, após amplo debate, o Congresso Nacional retirou das diretrizes e metas do Plano Nacional da Educação (PNE) qualquer menção a essa ideologia – que aparece abundantemente no PEE em expressões como “identidade de gênero”, “igualdade de orientação sexual” e similares.
Os defensores da ideologia de gênero utilizam o falso argumento do combate à discriminação para promover uma campanha que tem por consequência a destruição da família como instituição fundamental da sociedade. Isso acontece porque não defendem a igualdade entre homens e mulheres (o que sempre se chamou de igualdade de gênero), mas, exatamente ao contrário, dizem que ninguém é homem ou mulher por nascimento e, portanto, que qualquer pessoa pode se considerar homem ou mulher, independentemente dos aspectos biológicos – essa é a definição da chamada “identidade de gênero”. O gênero é, para os teóricos desta ideologia, tão somente uma construção, alheia à realidade biológica da pessoa.
Ainda, destaco que as famílias possuem o direito de educar seus filhos de acordo com suas convicções e, portanto, a inserção da Ideologia de Gênero como diretriz educacional consiste em uma clara agressão a essas liberdades ao determinar que as escolas acolham uma teoria que prega a completa alienação da sexualidade frente à realidade biológica da pessoa, contrariando a visão consensual da população.
Algumas bancadas apresentarão emendas que propõe a retirada dos termos da Ideologia de Gênero do PEE. Dessa forma, o plano estará adequadamente alinhado às diretrizes estabelecidas no PNE – que rejeitou esta ideologia. Portanto, venho por meio desta mensagem solicitar apoio à aprovação dessas emendas, garantindo que nosso estado tenha um plano alinhado ao que foi definido pelo Congresso Nacional e que respeite o direito das famílias em educar seus filhos de acordo com suas convicções.


9 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa! A desonestidade do UOL ao dizer que “o meio jurídico está contra Sérgio Moro” - ESCRITO POR LUCIANO AYAN
Aqui: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/outros/15903-2015-06-20-21-45-22.html
Uma das principais táticas da esquerda é agrupar os membros de sua turminha, que pertençam a uma profissão, lançar uma sucessão de comunicações de repúdio (ou mesmo uma moção) e dizer que “a classe profissional (x) é contra (y)”. Isto é, um grupo limitado de pessoas se disfarça de representantes de “toda a classe”, mesmo que jamais tenham sido eleitos para tal.
Uma matéria do UOL, intitulada desonestamente “Operação Lava Jato é severamente criticada no meio jurídico”, serve para comprovar a execução do truque. Vamos aos juristas? Quer conhecer o “meio jurídico”? Para o UOL, ele se limita a quatro indivíduos, que são:
• Alexandre Lopes, advogado de Renato Duque (que está preso)
• Nelio Machado, advogado do lobista Fernando Soares (está preso)
• Arnaldo Malheiros, ex-defensor de mensaleiros
• Gilson Dipp, ex-ministro do STF e que atuou como consultor de parecer para um réu
Como diria o Joel Santana: “tu tá de brincation uíti mí, UOL?”. Enfim, mais uma fraude desmascarada. Isto deveria se tornar praticamente um esporte. Fiquem de olho. Sempre que lerem uma notícia vinda da mídia chapa branca dizendo que “há clamor de classe profissional (x) contra (y)”, investigue sempre o passado dos “especialistas” chamados para a encenação.

Anônimo disse...

Repetindo comentário de outro post:

Para quem quiser entender com mais profundidade do que se trata a IDEOLOGIA DE GÊNERO, sugiro assistir este excelente vídeo do PADRE PAULO RICARDO vídeo:

https://youtu.be/mmRtQ4tHSug

Se tu tens formação cristã e não está entendendo a orquestração MARXISTA e suas artimanhas, sugiro também assistir esta série de vídeos chamada REVOLUÇÃO CULTURAL MARXISTA, também do PADRE PAULO RICARDO onde ele esmiúça as origens desta nefasta aglutinação MARXISMO/GRAMSCISMO que grassa em nossas instituições de ensino, bancadas com dinheiro de nossos impostos:

https://youtu.be/FJi7CugwzVw

https://youtu.be/zR46YW9t4VY

https://youtu.be/fb9M8EXdATk

https://youtu.be/m1siNc0etwg

https://youtu.be/jG81xG3vHQw

https://youtu.be/Ho4-cqxJ1kg

Anônimo disse...

STF VAI JULGAR UM CASO AQUI DO RS QUE OS PAIS ENSINAM OS FILHOS EM CASA (EM VÁRIOS PAÍSES ISSO É POSSÍVEL), ESPERAMOS QUE VOTEM A FAVOR.

MAS CREI QUE É ISSO QUE DEVEMOS FAZER, MESMO CORRENDO O RISCO DE SER PRESO.

CORRUPTOS NÃO VÃO.

EDITOR PODERIA POSTAR ALGO SOBRE ISSO.

Anônimo disse...

Acabei de enviar o e-mail.
Francamente é assustador as armadilhas que esta gente doente está sempre armando contra a sociedade.
Desalentador ver políticos perdendo tempo com irrelevâncias que só servem aos interesses de gente que tem como plano confundir, segregar e destruir a sociedade ao invés de melhora-la.

Anônimo disse...

Meu Deputado não necessita ser lembrado. Votei no Marcel. Tem ideologia clara e límpida como muito poucos.

Anônimo disse...

não a PL 287/2014!

Anônimo disse...

LEIA >>>2 Samuel 9:1 a 7 LO-DEBAR e MAQUIM.

Anônimo disse...

Minha nossa !!

Se Deus quisesse que o homem fosse homossexual tinha criado o Adão e o Ivo ao invés de Adão e Eva..!

Mauro de Curitiba disse...

Já disse antes, mas não custa repetir: enquanto muitos dizem que o PT "morreu", a gente observa que a agenda dos esquerdistas não pára. Está aí mais um exemplo. Em todos os Estados e em muitos municípios da federação discute-se incluir nos programas escolares essa nefasta "ideologia de gênero".
Tem de ser dito para essa canalha que não adianta espernear: nasceu com pipi é HOMEM, nasceu com baratinha é MULHER. E ponto final.
Quem tem pipi só frequenta banheiro masculino e quem tem barata é só no banheiro feminino. Fim de caso.
Além disso, a pesquisa eleitoral em São Paulo indica que Aécio teria 35% das intenções de votos, e Lula 25%. Isso quer dizer que muita gente que reprova o governo Dilma ainda se dispõe a votar em Lula. É inacreditável!