Tarso ofende o comércio ao comparar os empresários a camelôs de "quinquilharias"

Ao lado, na expressão do próprio autor, o atual governador do RS, Tarso Genro, uma mera quinquilharia. O livro é da Editora Expressão Popular, Bela Vista, São Paulo. Ele veio de lá para ser vendido no RS, pagando Imposto da Fronteira, agora abolido por decreto legislativo da Assembléia do RS.


Causou estupefação no meio comercial do RS as declarações do governador Tarso Genro, segundo as quais o governo não cumprirá a lei aprovada pela Assembléia, extinguindo a cobrança do chamado Imposto da Fronteira, um adicional de 5% que o Tesouro cobra em cima de mercadorias adquiridas fora do Estado. A Assembléia editou na quinta-feira passada um decreto-legislativo.

. Além de afrontar a decisão dos deputados (ninguém votou contra o decreto), Tarso Genro produziu uma frase que deixou indignados os comerciantes gaúchos:

- Não vou cumprir o decreto e proteger com isto as quinquilharias trazidas para o RS e que prejudicam a nossa indústria.

. Os empresários gaúchos do comércio foram transformados em camelôs que só prejudicam o RS, porque 85% do que vendem não procedem de fábricas do Estado.

. As "quinquilharias" a que se refere o governador são produtos que não são fabricados no Estado:
- Óculos
- Livros
- Computadores
- Notebooks
- Telefones celulares
- Refrigeradores
- Fogão a gás
- Carros que não sejam da marca GM
- Caminhões que não sejam da marca International
- Confecções de grife nacional que não sejam gaúchas

. São apenas exemplos.


. Até o livro do governador, "Lênin, corações e mentes", no qual ele advoga a implantação do comunismo no Brasil, virou "quinquilharia", porque não foi produzido no RS. 

CLIQUE na imagem a seguir para ler o seguinte comentário do editor:
Tarso ofende o comércio ao comparar os comerciantes gaúchos a camelôs de quinquilharias

18 comentários:

Anônimo disse...

tarso é um DESEQUILIBRADO.

Anônimo disse...

Esse desrespeito do governador sistemático a tudo que é privado, democrático é abominável.

Nem a Assembleia, justiça ou qq instância é capaz de para-lo.

Só um câncer galopante e fulminante para estes políticos malditos que querem arrastar o país para o comunismo. Espero que a providência divina comesse atuar neste Brasil de Lula.

Anônimo disse...

Eu já me manifestei aqui para o Editor. Temos que pegar um bom camboim e partir pra cima deste governadorzinho e sová-lo, já que nunca apanhou.

Anônimo disse...

Como é que pode um sujeito com esse pensamento ter sido eleito governador no RS ?
Ele odeia o dinheiro, dos outros, é claro ...

Anônimo disse...

Políbio,

O Tarsinho derrubou a máxima de que o gaúcho era politizado!!

Esse bichinho é muito pouco para o Riogrande!!!

JulioK

Anônimo disse...

Continuo dizendo, BEM FEITO PRÁ ESSA GAUCHADA POLITIZADA QUE SÓ VOTA NESSA ESQUERDA JURÁSSICA. Ano que vem deem votos prá esse comunista viajante fazer turismo com nosso dinheiro.

Anônimo disse...

O livro do governador não é uma quinquilharia não, ele tem um adjetivo sauliano.

Anônimo disse...

Tarso tem o capitalismo no estilo chinês, ao partido tudo, aos outros somente os ônus e a escravidão!

Anônimo disse...

Ele segue a risca a cartilha petralha: instituições só para dar a fachada de democracia, para enganar incautos e o parceiros comerciais. Na prática, onde existe instituição de estado, implantam cupinchas que desvirtuam a instituição decidindo o que o partido quer e não o que é correto. Vejam o judiciário, as agências de regulação.

Anônimo disse...

Políbio,

Deve estar faltando as poesias para derramar o sémen .......

Anônimo disse...

Eu já acho que não podemos deixar tudo para a providência divina. Devemos agir aqui mesmo, afinal Deus nos deu o livre arbítrio.
Então termos o dever de banir do nosso meio toda e qualquer doutrina política que defenda regimes totalitários como o comunismo, pois é evidente que quem defende o comunismo e outras formas totalitárias de governo está boicotando o regime democrático.
Será que somos obrigados a tolerar quem quer nos escravizar?
Acho que não.
Então é de pleno direito que adotemos normas legais que proibam o funcionamento de qualquer organização política e partidária que defende formas totalitárias de governo já que elas levam os cidadãos ao escravismo.
Exemplo: Cuba onde os médicos são escravos do regime e são mandados para onde o governo quer sem direito a receber seus honorários no mesmo nível do país onde exercem suas atividades, ficando o governo daquele país com a totalidade dos valores pagos a título de prestação de serviço.
Querem exemplo de mão de obra mais escrava do que esta?
Será que existe?
É talvez na Coréia do Norte pode haver.
Mas é um regime igualmente totalitário.
Minha opinião é de que partidos totalitários como o PT, PCdoB não deveriam ter seu funcionamento aceito num regime democrático.
No mínimo deveriam estar obrigados claramente a se submeter a todos principios de uma democracia, mesmo que exercendo o governo e não como professão e só não executam porque ainda não encontraram o momento oportuno.
Quem sabe um dia eles encontrem esse momento oportuno e daí será tarde para os cidadãos reclamarem.
A hora é agora.

Anônimo disse...

Quem mandou votar no PT!!! Agora aguentem bovinos do RS.

Anônimo disse...

Na hora H a gauchada se rende pro Tarso e ele é capaz de levar no primeiro turno denovo.

Anônimo disse...

A maioria merece este tratamento, pois em época de eleições eles poem algum dinheiro nas campanhas dos pts.


Eduardo Menezes

Anônimo disse...

Alguns esclarecimentos se fazem necessários.
Primeiro, mercadorias imunes ou isentas como é o caso dos livros não são submetidas ao erroneamente denominado diferencial de alíquota.
A maior distorção que ocorre é quando as operações entre empresas optantes pelo simples nacional. No entanto, se uma empresa optante pelo venda para outra unidade federada, o adquirente também terá que pagar esse imposto de fronteira. Não uma tributação justa mas visa equalizar a tributação, evitando, assim, um prejuízo maior a indústria e comércio atacadista gaúcho.

Anônimo disse...

Este blog não tem moral para acusar o Tarso de ofender alguém. O que mais o blogueiro sabe fazer é ofender seus adversários ideológicos.

Anônimo disse...

Caríssimos, ao elegermos Tarso todos sabíamos do que ele é capaz. Nunca votei nem votarem em qualquer político filiado ao PT ou partido de ideologia esquerdista, mas uso as expressões assim pois "nós" votamos em alguém.
Penso que ele não se reelege, isso é recorrente no RS, mas certamente será acolhido pelo poder central e o estrago será enorme pois vingativo e sorrateiro ele é.
Lamento por nós. Viva a república!

Anônimo disse...

Tarso o burgues pode ser encontrado quase todos os dias tomando café na padaria uruguaia da Ijuí em Petrópolis. Porque não toma café da manha no mercado publico?