Cherini conta como trabalhava por Soledade no momento da votação da cassação do deputado Donadon

A lista dos deputados gaúchos que teriam assinado lista de presença e depois não participaram da votação na sessão de cassação do deputado Donadan foi disponibilizada pelo site www.congressoemfoco.com.br, que atua dentro do Congresso. Incluído na lista, o deputado Giovani Cherini conta a seguir o que aconteceu. O município a que ele se refere, Soledade, é sua base eleitoral e com ele o deputado tem compromissos históricos. Leia:

Prezado Polibio, lendo o que você disponibilizou hoje pela manhã no seu site, fui surpreendido pela informação de que eu estava presente na sessão e não votei.Na quarta-feira voltei de Brasília as 20h , fiquei na Câmara até as 19h (aguardando pela sessão) e voltei ao Estado para participar aqui na Expointer da assinatura do projeto de instalação da Semeato em Soledade,  num investimento de 20 milhões de reais e capaz de gerar 500 empregos. Um dia histórico para a nossa Soledade. Todos os dias saem 600 pessoas em 13 ônibus para municípios da região, portanto a Semeato em Soledade mudara a história da nossa gente. Trabalho pelo meu Rio Grande do Sul. Cumpro minha missão. 

10 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

Desculpinha esfarrapada e conveniente!!

Quinta-feira é dia de estar em BRASÍLIA, "nobre" deputado!!

Quer trabalhar a "base", então use os recessos parlamentares e os finais de semana!!!!

JulioK

Anônimo disse...

SIM, CLARO E NÍTIDO, ATÉ PORQUE A CULPA É DO PT.

SEMPRE

Anônimo disse...

Quatro meses depois desencadear uma ação que provocou saídas na Secretaria Municipal do Meio Ambiente por conta de suposto envolvimento no recebimento de recursos ilegais na liberação de licenças ambientais, a Polícia Federal (PF) anunciou nesta sexta-feira a conclusão do inquérito da Operação Concutare. O documento será remetido à Justiça Federal em Porto Alegre. A PF indiciou 49 pessoas – 13 servidores públicos, 18 empresários, nove consultores ambientais e nove pessoas que teriam participado dos crimes, incluindo “laranjas” utilizados para a ocultação de bens obtidos ilegalmente. Além disso, foram indiciadas sete empresas, que poderão ter as atividades suspensas e até mesmo a liquidação forçada das atividades.

De acordo com a PF, o relatório aponta a realização de diversos crimes ambientais, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Formação de quadrilha e falsidade ideológica também estão entre os delitos que teriam sido praticados pelos envolvidos. Ao longo dos quatro meses, mais de 100 oitivas foram realizadas, centenas de documentos analisados e mais de 30 processos de licenciamento ambiental periciados.

Entre eles o ex-secretário da Yeda, Berrfran Rosado e o ex-secretário do Fortunati, Zachia.

Campao disse...

Esse evento,a Expointer,parece estar sendo a tábua de salvação dos gazeteiros flagrados e desastradamente omissos num assunto de relevância. Ingênuos, alguns coitados e nobres Deputados que acreditaram nas "favas contadas"da votação secreta.
A justificativa desse representante do povo (do Rio Grande ou só de Soledade?)está naquela situação de "pior a emenda que o sonêto".
Ainda acho que está ficando tarde. "Allons! Enfants....."

Anônimo disse...

Incrível com ainda há eleitores que votam nesse sujeito!

O deputado Cherini deveria, por coerência, ir de mala e cuia para o barco petista/petralha!

Não surpreende a decepção e a ira da massa eleitora brasileira contra esse tipo de político que manda às favas princípios e valores tão caros ao povo brasileiro - povo brasileiro, este, em sua maioria de direita, conservador, cristão (católico e protestante/evangélico)!

Deputado Cherini, POR QUE NÃO TE CALAS?

Almirante Kirk

Anônimo disse...

Conta outra deputado, esta nao cola...Kkkkkk

Anônimo disse...

>>

Desculpa esfarrapada do petralha. Esse cara ai é cumplice do ladrão que não foi cassado, graças aos faltosos e aos que votaram contra a cassação, na maioria, petistas.

Com isso, os petistas estão criando "jurisprudência" para quando chegar a vez dos ladrões mensaleiros.

E pode ter até trambique ai, pois oficialmente, o deputado estava na Câmara e recebeu por isso. Só que ele diz que não estava lá e sim, em Soledade.

Trata-se de um deputado-fantasma.

<<

<<

Anônimo disse...

Além de gazeteiro, deputado-fantasma também?
Bah!!!!!!!!
E vai receber o salário integral?

Garivaldino Ferraz disse...

Certamente o projeto não teria prosseguimento sem a presença desse "paralamentar" que precisava exercitar seu papel de papagaio de pirata no evento!

ROBERTO RECH disse...

VOCÊ POSSUI SENSO DE JUSTIÇA? O senso de justiça é um dos pilares ou valores essenciais do caráter. Portanto, não saia por ai dizendo coisas que você desconhece... (sobretudo vcs anônimos). Como podemos ser justos? Mantendo a mente aberta. Ouvindo cuidadosamente as pessoas e buscando entender o que elas estão dizendo e sentindo. INFORMANDO-SE. Reunindo todos os fatos antes de tomar uma decisão. Usando as mesmas regras para todos, de modo consistente, sem preferência ou preconceitos. Mostrando-se sempre comprometido com a justiça.