Líder do PMDB peita Dilma e avisa: "Vou melar a votação dessa Medida Provisória dos Portos"

* Clipping  www.brasil247.com.br A montagem das fotos também é do mesmo site.

MP dos Portos a 'pão dormido e água suja', o principal rival do governo Dilma na questão, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comentou com interlocutores: "Pão e água? Já é um grande avanço do governo, porque até agora nunca nos deram nada"; medida que promete modernizar os portos do País é prioridade para o governo federal, mas, além da revolta na base, Dilma terá de lidar com a oposição, que promete "melar a votação"

247 - Além de começar mais cedo, logo na segunda-feira, a semana do Congresso Nacional começou pegando fogo. Sem conseguir votar a MP dos Portos na quarta-feira da semana passada, o governo tenta conseguir que a medida que promete modernizar os portos do País seja votada pela Câmara e pelo Senado até a próxima quinta-feira, quando perde a validade. Para tanto, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), marcou votação para esta segunda-feira, mas o clima no parlamento não é muito animador.

. O principal empecilho para a votação é a esperada falta de quórum, já que a semana parlamentar em Brasília só costuma começar depois da terça-feira. Se o governo conseguir reunir deputados o bastante nesta segunda-feira, ainda terá de passar por cima dos parlamentares, tanto da oposição quanto da base do governo, que se opõem à MP da forma como ela foi apresentada. Autor da proposta que desfigura a Medida Provisória apresentada pelo governo, o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), avisa por meio de nota do Radar Online que não está disposto a ceder.

. "Ao saber que o Palácio do Planalto ameaça tratar aqueles que votarem contra o governo na MP dos Portos a 'pão dormido e água suja', Cunha disse, irônico, a alguns interlocutores: 'Pão e água? Já é um grande avanço do governo, porque até agora nunca nos deram nada'", registra a nota. Não bastasse a rebelião de parte da base, o governo ainda terá de lidar com a oposição, que pretende se aproveitar da situação para tumutuar a sessão desta segunda-feira.

"Melar a votação"

PSDB e DEM já anunciaram que vão entrar com representação na Corregedoria da Câmara, nesta tarde, pedindo ao colegiado a apuração de denúncias feitas pelo deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) na sessão de quarta-feira passada. Na ocasião, Garotinho apelidou o projeto de 'MP dos Porcos' e disse que "há negócios" na emenda aglutinativa apresentada por Cunha (leia mais).
"Existe agora um clima de suspeição grave sobre o projeto", disse o líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP). "

Nenhum comentário: