Ontem a noite, Betosw (Brasília) conversou com o editor sobre Liberdade de Imprensa e governo Bolsonaro

Eta live é co Canal de Brasília,cujo publisher é o jornalista Alfredo Bessow. A live é apresentada todos os dias, de segunda a sexta-feira, as 20h. Ontem, Alfredo Bessow conversou durante uma hora e meia com o editor.

 

5 comentários:

Anônimo disse...

O Facebook vai obedecer a censura internacional do a-Lex Luthor Moraes.
Quem acha que tem interferência do PCC chinês?

Anônimo disse...

Adorei a Rosane de Oliveira chamando o bozo de camelô de cloroquina.

Anônimo disse...


Ontem, 31/07, o Lauro Jardim, da globolixo, soltou uma noticia no fim do pregão da OI dizendo que a empresa Highline deverá desistir da OI móvel. As ações da OI despencaram causando prejuízos a muitos investidores.

"Highline vai desistir da rede móvel da Oi, diz jornal; TIM e Vivo disparam."

Cometeu crime semelhante no Joesley Day. Isso é insider trading, crime contra o mercado financeiro. Esse cara deveria estar preso e pagar multas à CVM pelo resto da vida. Quero ver quais medidas a CVM vai adotar contra a Globo e o Lauro Jardim.

Anônimo disse...

O que significa "Eta live é co" ?

Anônimo disse...

Enquanto os bozominions desviam o foco com fofocas e coisas de costume....

Acabou a mamata: conselheiro do BNDES ganha contratos da estatal:

1 agosto, 2020

Do Estadão:

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou, entre dezembro de 2019 e fevereiro deste ano, três contratos de consultoria com o consórcio do qual faz parte a G5 Partners Consultoria e Participações, no valor total de R$ 9,7 milhões, para fazer a modelagem de privatizações ou venda de participação em estatais que o governo Jair Bolsonaro planeja realizar. O vencedor dos pregões eletrônicos tinha como um dos seus sócios, até novembro, Marcelo Serfaty, presidente do Conselho de Administração do BNDES.

O empresário continua vinculado ao grupo, mas como sócio da G5 Gestora de Recursos, empresa que pertence ao mesmo conglomerado. Documentos aos quais o Estadão teve acesso mostram que a área de integridade, controladoria e gestão de riscos do banco alertou sobre potencial conflito de interesses e pediu que o vínculo fosse analisado pelo Comitê de Ética da instituição, o que não ocorreu.

O consórcio da G5 Partners ganhou a licitação para dar consultoria na privatização/participação dos aeroportos de Guarulhos, Galeão, Brasília e Confins no dia 4 de dezembro de 2019; da Casa da Moeda em 22 de janeiro deste ano; e da Ceagesp e Ceasa Minas em 21 de fevereiro. Quando ingressou no BNDES, Serfaty tinha ciência de que a empresa disputava os pregões da Casa da Moeda e da Infraero, uma vez que ele ainda constava como sócio da firma no momento em que os processos foram iniciados. Segundo a Junta Comercial de São Paulo, ele só deixou a G5 Partners sete dias após tomar posse no BNDES, em 20 de novembro.

(…)