Governador Rui Costa, PT, manda demitir a médica da cloroquina que fez apelo dramático a Bolsonaro

O líder lulopetista faz política com a morte das pessoas.

Bolsonaro respondeu e falou com a médica no mesmo dia, via videoconferência (ao lado).

O editor recebe informações diretamente de Porto Seguros e de outras fontes.

O governador Rui Costa, que é do PT, Partido inimigo do uso da cloroquina, mesmo no formato do coquetel hidroxicloroquina+azitromicina+analgésicos, mandou demitir a média Raíssa Soares, que é do hospital Eduardo Magalhães, Porto Seguro, tudo porque ela e seus colegas montaram um protocolo que se baseia no uso do coquetel para curar pacientes infectados pelo vírus chinês.

Depois de implementado o protocolo, ninguém mais morreu em Porto Seguro, que atende dezenas de cidades da região.

No início da semana, a dra. Raíssa fez um apelo dramático ao presidente Bolsonaro, pedindo o envio de aviões com medicamentos à base de cloroquina e foi atendida imediatamente.

Os empresários da cidade também estão comprando medicamentos para ajudar o hospital.

No vídeo a seguir, a médica de Porto Seguro e o apelo que fez a Bolsonaro.

CLIQUE AQUI para ler o conjunto de informações do site agazetta.com.br

71 comentários:

Anônimo disse...

Os governadores em geral querem que mais pessoas morram para tentar colocar a culpa no presidente, simples assim. A mídia é parceira nisso.

Anônimo disse...

Governador canalha. Aliança entre petralhas e PSDBosta estão apostados no caus.

Anônimo disse...

Os petistas de plantão cairam de Pau em cima do prefeito de Itabuna. Será que eles vão vir aqui dar pitaco? Eles andam pelos comentários falando sem contra o Bolsonaro. Nunca falam de quem surrupiou um trilhão dos cofres públicos. É bozo pra lá, bozo pra cá. O Bozo não assaltou o Brasil.Está tentando endireitar o país depois da pior pandemia da história. Não esta pandemia. A pandemia da quadrilha petista.

José Corrêa disse...

Mandou demitir com base em quê???

Que processe o desgovernbador PTba!!!

Unknown disse...

Que os baianos v3jam definitivamente quem luta de fato pela via doa brasileiro e. Rui Costa manda demitir uma.medica porque está salvando vidas com o protocolo defendido pelo presidente Bolsonaro. O.pt faz politicagem co.a vida das pessoas. Agora imagine. Quantas vidas poderiam ter sido poupadas em ido p Brasil de não houvesse essa campanha macabra entre a esquerda e a mídia cruel contra Bolsonaro? Espero que agora mais brasileiro e entendam a grande preocupação do presidente com os brasileiros e quem de fato vem alimentando a indústria da morte no Brasil.

Eduardo disse...

Tomara que mude os rumos...vamos por na cadeia esses assassinos

Anônimo disse...

Deviam processar o eixo do mal (satânicos foropaulistas) por impedir a população de baixa renda de ter acesso ao único remédio comprovadamente eficaz contra o vírus chinês. Até parece que os partidos da esquierda jurássica estão a favor do vírus!
Está cada vez mais evidente a participação do forodesp na agenda da NOM. Os rothschild conseguiram bestas de carga da cor vermelha que se vendem por tostões.

Anônimo disse...

A coisa é, então, muito, mas muito mais grave do que a gente pensa e sabe. Isso é assassinato em massa, de forma proposital. É crime doloso! Povo baiano, levanta da rede e vai à luta!!!

Anônimo disse...

Após telefonema com Bolsonaro, médica de Porto Seguro é demitida de hospital do estado:

02/07/2020 - News midia

(...)

O Hospital Regional Deputado Luis Eduardo Magalhães (HRDLEM), situado em Porto Seguro e administrado pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH), esclarece que a médica Raissa Soares fez parte do quadro clínico da Unidade com carga horária reduzida, cumprindo apenas com 2 plantões mensais.

Dra Raissa foi admitida há 1 ano, e agora, diante dos fluxos de renovação contratual, o setor responsável procurou a profissional, esclarecendo a necessidade de aumento da carga horária, tendo em vista que necessitamos de plantonistas com maior disponibilidade.

Diante disso, a própria médica, optou pela não renovação do contrato, com a justificativa da grande demanda de trabalho nesse período de enfrentamento ao Coronavírus, onde ela é diretora da UPA e tem priorizado também os atendimentos em um Hospital particular.

(...)

Anônimo disse...

Genocidas atuando em todo país, com o apoio da grande mídia. Onde estão os médicos do pais?

Anônimo disse...

Ela foi demitida ou não quis renovar o contrato?

Anônimo disse...

Fazia 2 plantões por mês, não aceitou quis aumentar a carga horário no Hospital Público e pediu demissão.

Anônimo disse...

E o miliciano Bolsonaro ignora e faz pouco caso da covid e da morte das pessoas. Foi Ruy Costa quem falou E daí? Não sou coveiro, Sou Messias mas não faço milagres? Fanatismos cegam...

elias disse...

O super careca do STF não vai desautorizar essa demissão?

Anônimo disse...

Ela não era concursada, era contratada. Terminou o Contrato foi chamada pelo Hospital para renovar, porém com "aumento de horas trabalhadas" ela deu para traz e não quis renovar, afinal para quem fazia "apenas" 2 plantões por mês na rede pública, convenhamos que colabora muito pouco com os mais pobres que são os que procuram os Hospitais públicos.

Anônimo disse...

Os petralhas exultam com as mortes.
Pra esses canalhas será criado um inferno extra, mesmo que não acreditem..

Anônimo disse...

Porto Seguro: Hospital nega desligamento de médica bolsonarista por ordem de governador:

02 julho 2020 - Bahia Noticias

O Hospital Luis Eduardo Magalhães em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, negou que tenha desligado uma médica apoiadora de Bolsonaro por ordem do governador Rui Costa. Em nota oficial, a unidade de saúde declarou que Raissa Soares não aceitou a proposta de renovação do contrato com aumento de carga horária. Antes, afirma o hospital, a médica trabalhava em dois plantões mensais.

Ainda conforme a unidade, foi a própria médica que não optou pela renovação do contrato ao afirmar aumento de demanda de trabalho em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde é diretora. “A diretoria do HRDLEM lamenta essa deturpação dos fatos. A abordagem foi para ampliação da jornada, uma vez que a escala vem necessitando de reforços. A profissional, no entanto, reconheceu suas dificuldades frente aos compromissos externos que executa, e compreendemos o seu relevante papel. Reitero que o nosso compromisso é com a saúde da população", diz trecho da nota do hospital.

Na última terça-feira (30) Raissa Soares fez um apelo ao presidente Jair Bolsonaro. Ela pedia hidroxocloroquina para pacientes. Até o momento, o medicamento não é reconhecido como eficaz pela ciência, e a Socidade Brasileira de Infectologia não recomenda o uso para pacientes com Covid-19.

Anônimo disse...

Tem que mandar matar este petralha filho duma puta e toda a família. Um médica que está salvando vidas ser demitida!!! Como é possóvel!!! Um vagabundo destes não merece viver. Nem a família. Não pode deixar semente

Anônimo disse...

Foi só chamar para renovar o contrato com o Hospital com "aumento de carga horária" ( fazia apenas 2 plantões por mês) que ela pulou fora.

Fala demais e trabalha de menos (em hospital público), prefere os privados e consultório.....

Ariel disse...

Engraçado que eles são os primeiros a se tratarem com a tal cloroquina...ser demitido por esse fato, merece uma condecoração!!!

Anônimo disse...

Agora vamos as noticias.....


Caderno da mulher de Queiroz tinha contatos de Bolsonaro e Flávio:

Brasil 02.07.20 - O Antagonista

O Estadão teve acesso a imagens de um caderno apreendido em dezembro do ano passado com Márcia Oliveira de Aguiar, a mulher de Fabrício Queiroz.

Segundo o jornal paulistano, Márcia tinha nessa espécie de agenda-guia números de celulares atribuídos a Jair Bolsonaro, ao senador Flávio –de quem Queiroz foi assessor–, à primeira-dama Michelle e a diversas pessoas ligadas à família.

Em outras páginas, há contatos e anotações sobre policiais, acusados de envolvimento com milícias e políticos do Rio. Um desses contatos, conforme a anotação de Márcia, estaria guardando uma pistola Glock para Queiroz enquanto o ex-assessor se escondia em São Paulo.....

Anônimo disse...

Líder do Novo rebate bolsonarista: “Só ele não sabe o que é o Centrão”:

Brasil 02.07.20 - O Antagonista

O deputado Bibo Nunes repetiu para a Jovem Pan que não sabe o que é o Centrão e que não existe ‘toma lá, dá cá’ no governo Bolsonaro.

Paulo Ganime, líder do Novo, ironizou o colega bolsonarista:

“Só ele não sabe o que é o Centrão. Gosto muito do Bibo, mas todo mundo sabe quem é Centrão no Brasil, os partidos e tudo mais que são ligados ao Centrão.”

“Se isso não é ‘toma lá, dá cá’, eu não sei mais o que seria o ideal no Brasil.”

Anônimo disse...

Esposa de Queiroz tinha, anotado, números de celulares de Bolsonaro, Flávio e Michelle:

Segundo imagens obtidas pelo Estado de S. Paulo, a esposa de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar tinha, anotados em uma caderneta, números de celulares atribuídos a Jair Bolsonaro, Flávio e Michelle

2 de julho de 2020

247 - A esposa de Fabrício Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, tinha uma caderneta com orientações do marido para caso ele fosse preso. De acordo com imagens obtidas pelo jornal Estado de S. Paulo, no caderno havia anotações de números de celular atribuídos a Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Michelle Bolsonaro.

Em outras páginas da caderneta havia também registros de números de policiais e pessoas envolvidas com milícias e políticos do Rio de Janeiro.

Números da família Bolsonaro ocupam parte significativa dos papéis do caderno. Em uma folha estão anotados dois números de Bolsonaro e um de Michelle. Em outra página, há o contado de Flávio Bolsonaro e de sua esposa, Fernanda.

Existe também um número atribuído a Max Guilherme Machado de Moura, ex-segurança e hoje assessor especial de Bolsonaro. O sócio de Flávio Bolsonaro em uma loja de chocolates, que é investigada por lavagem de dinheiro, Alexandre Santini, também tem seu número anotado.

Indicações de Márcia mostram que as anotações foram feitas após a eleição de 2018. Os deputados estaduais Rodrigo Amorim (PSL) e Marcelo do Seu Dino (PSL), o deputado federal Lourival Gomes (PSL-RJ) e o secretário de Ciência e Tecnologia do governo de Wilson Witzel (PSC), Léo Rodrigues, já estão identificados na caderneta pelos seus respectivos cargos.

Anônimo disse...

C A N A L H A !

Anônimo disse...

Como o editor é parcial e sem credibilidade jornalística, eu tratei de apurar a veracidade da notícia e, logicamente, trata-se de mais uma FAKE NEWS publicada neste espaço:
"A médica Raissa Soares, que ganhou notoriedade nas redes sociais por defender o uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, não foi demitida do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HRDLEM) – localizado em Porto Seguro, na Bahia. Segundo a própria médica e a direção do hospital, a saída se deu porque, com outros compromissos profissionais, ela não estava conseguindo cumprir os plantões na instituição.

Essa não é a primeira vez que o nome de Raissa é ligado a boatos nas redes. No início de junho, jornalistas publicaram uma reportagem informando que uma publicação que circulava pelas redes distocia um vídeo da médica sobre o protocolo da cloroquina. O texto afirmava que Raissa teria dito que o “presidente sempre esteve certo”.

Definitivamente, não cansa de passar vergonha na defesa incondicional do BolsoLIXO!!!

Anônimo disse...

É o Niculas Maduro da Bahia, tiranete petralha.

JONAELSON MEDEIROS disse...

O Diabo se regozija com a morte de inocentes, mas aquele que confiam no Senhor Jesus serão salvos.

edson disse...

moro em Juazeiro BA e a coisa aqui não é diferente, testes rápidos dando positivos e ao mesmo tempo de laboratórios dando negativo, toque de recolher as 18 horas, comercio fechado e o prefeito petista se orgulha de ter sido a primeira cidade baiana a adotar medidas contra o covid, fechamento de escolas, comércios entre outros o confinamento residencial, tudo com apoio de Rui Costa

Anti comunista disse...

E depois, esta manada de bois chifrudos da esquerda, chamam os outros de ditadores e fascistas! Vermes imundos, esses imprestáveis e contaminantes comunistas!

Anônimo disse...

Prá essa gente do PT qto mais mortos existir, melhor para eles, assim poderão atacar o presidente.

Anônimo disse...

Quantas pessoas morreram no Brasil, porque tem governadores e prefeitos genocidas, esquerdalha, que não querem a cloroquina no protocolo, tudo para por a culpa no presidente Bolsonaro. Malditos comunistas.

Joel Robinson disse...

https://farofafa.cartacapital.com.br/2020/07/01/banda-borralheira-estreia-com-critica-acida-e-direta-a-jair-bolsonaro/

Anônimo disse...

Tentaram mudar o contrato ontem. Como o médico atende a mias de um hospital significa a mesma coisa.

Anônimo disse...

A "BANDA BOA" E A "BANDA RUIM"!
--------------------------------

TODO O AGRUPAMENTO HUMANO TEM GENTE BOA E GENTE RUIM, NEM TUDO É SÓ DE GENTE BOA,NEM TUDO É SÓ DE GENTE RUIM,ATÉ JESUS CRISTO JUNTOU UMA "PEÇA" DA BANDA QUE NÃO ERA A BOA.

A TENTATIVA É ATRAIR OS DA BANDA BOA, SÓ UM ESTÚPIDO NÃO PERCEBE QUEM PODE E QUEM NÃO PODE, TORNARÁ O GOVERNO VIAVEL ,GOVERNÁVEL, SEM MERCENARISMO.ATÉ AGORA BOLSONARO CONSEGUIU CUMPRIR,APESAR DA BANDIDAGEM GERAL QUERER O SEU COURO,MENTIR,ACUSAR,CALUNIAR.

PREFIRO BOLSONARO QUE OS DEMONIOS DO STF E DO NHONHO.

HOUVE UM MILAGRE, EXPULSAR OS LADRÕES LULA E DE SUA QUADRILHA O PT, AGORA TEREMOS QUE TORCER PARA QUE OS DA BANDA BOA DO CENTRÃO PERCEBAM O MOMENTO QUE O PAIS PASSA, E ACUDAM.

FALAR E CRITICAR, É FACIL,PRINCIPALMENTE aqueles hipocritas que aqui vem mentir PETISTAS ENRUSTIDOS, QUE INVEJOSOS,TUDO E A TODOS QUEREM DESTRUIR.

A SOLUÇÃO PARA MIM SERIA O 142, PARA DAR UM "FREIO DE ARRUMAÇÃO" COMO VI FAZEREM COM SUCESSO EM 64. JÁ É HORA DE METER DISCIPLINA, E ORDEM PARA TERMOS NOVAMENTE O PROGRESSO.

CHEGA DE MACONHEIRO,DROGADO,TRANSVESTIDO DE TUDO QUE É BICHO VEADO E OUTROS, QUERENDO DIREITOS PELOS QUAIS NÃO FAZEM POR MERECER.

NA SOCIEDADE TODOS TEM DIREITOS E DEVERES, MAS UNS ACHAM QUE SÓ TEM DIREITOS.

"ORGANIZAR A SURUBA" OU COMO FALA O OLAVO,VAMOS TODOS TOMAR NO CU, LITERALMENTE!

Anônimo disse...

Todo médico tem contrato com mais de um hospital. Como abandonar o hospital em meio a uma pandemia. Ou seja perseguição canalha dos petralhas.

Joel Robinson disse...

É FALSO, ÉMENTIRA POLIBIO.
#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

Bolsonaro mandou o exército fabricar o remédio que está provado que salva vidas. Petralha genocida.

Clóvis Scheid disse...

A informação nao procede..
https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2020/07/02/verificamos-medica-bahia-demitida/

Anônimo disse...

Petralha genocida, a Medicina atendia dois hospitais e em uma UPA. Tu não deve ter entendido, como bom pereba não sabe o que é trabalho.

Anônimo disse...

E tu acredita petralha canalha.

Anônimo disse...

O governador então está do lado da morte, que é o lado natural dos esquerdopatas. Que seja preso e processado por homicídio.

Anônimo disse...

Genocida vagabundo, tentando justificar a perseguição do Maduro da Bahia, o tiranete do acarajé.

Anônimo disse...

E a médica demitida, fugindo do assunto petralha genocida.

Anônimo disse...

E a trabalhadora da Saúde perseguidos pelo tirano da Bahia.

Anônimo disse...

Petralha genocida, tentando justficar a perseguição de um trabalhador por um tirano de plantão.

Anônimo disse...

Os abortistas reconhecem agora que adoram a morte de outras pessoas. Típico da esquerda.

dinea disse...

COVARDE, está demitindo uma pessoa que está salvando vidas.

Fredoliveira disse...

Onpt vem.impedindo que as pessoas se tratarem com hidroxicloroquina. Quem está usando vem salvando vidas e esvaziando os hospitais.maia médicos estão abrindo a boca e defendendo isso.

Anônimo disse...

Os petralhas precisam de ataúdes para transforma-los em palanques e muita pobreza para manterem-se no poder...

morte aos petistas disse...


O que esperar de um governador ladrão , canalha, vagabundo e veado militante do partido do ladrão lula e da sem cerebro dilma.?Solução para isto temos, paredão e fuzilamento.

Anônimo disse...

Polibio, como tem ptralha no seu blog.
Minha solidariedade.

Toloco

elias disse...

Mas foi esse povo que votou nisso! Está simplesmente e literalmente morrendo abraçado. Parabéns povo baiano.

Cleide disse...

Engraçados eles são contra porém quando pega a doença são os primeiros a tomar a medicação, o prefeito de são Paulo e um exemplo disso

Anônimo disse...

Tu é a prova disso.

Anônimo disse...

Médica bolsonarista?? Pq?

Anônimo disse...

Chora mais petista.

Anônimo disse...

Olha a fonte: antas kkkkkkkk

Anônimo disse...

Olha a fonte: Brasil 247 kkkkkkk

Anônimo disse...

É genocidio e portanto crime.
Aonde esta o judiciario, mpf e o CRM etc.

Anônimo disse...

O STF deu a governadores e prefeitos o poder e a liberdade de fazer o que bem entendem, para o bem e para o mal. Foi Rui Costa que providenciou o remédio para a médica? Não! Ele mandou despedir! Rui Costa não está ligando para os eleitores e contribuintes baianos. Nem para os papagaios feito vc.

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

DEPOIS SE QUEIXAM DA LEI DOS FAKES....CHEQUE ANTES DE PUBLICAR. ISSO É FALSO.

#Verificamos: É falso que médica foi demitida pelo governador da Bahia por questões políticas
por
NATHÁLIA AFONSO
Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.JUL.2020 | 15H01 |

Circula nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria demitido a média Raissa Soares por perseguição política. Raissa ganhou notoriedade após fazer um apelo para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ajudar na saúde do estado. Ela também é defensora do uso de hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Anônimo disse...

"Na última terça-feira (30) Raissa Soares fez um apelo ao presidente Jair Bolsonaro. Ela pedia hidroxocloroquina para pacientes. Até o momento, o medicamento não é reconhecido como eficaz pela ciência, e a Socidade Brasileira de Infectologia não recomenda o uso para pacientes com Covid-19."

Huuumm!
"Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço"

Anônimo disse...

Perguntar não ofende, se a rachadinha for crime

"RACHADINHA É CRIME? ENTÃO CANCELAM O REGISTRO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES! Diz o Estatuto do PT, em seu capítulo II, seção III, artigo 184:"
https://twitter.com/AlessandroLoio2/status/1275037418790498304/photo/1
https://twitter.com/AlessandroLoio2/status/1275037177769009154

Anônimo disse...

Queiroz? Está preso

E as "CONTRIBUIÇÕES" exigidas do PT?

Confira o vídeo, sobre o Estatuto do Partido dos Trabalhadores ele regulamenta, institucionaliza a rachadinha...

"NO ARTIGO 184 DIZ:
Filiados e filiadas ocupantes de cargos comissionados eletivos dirigentes partidários ou parlamentares deverão fazer uma contribuição mensal ao partido correspondente ao um percentual líquido da respectiva remuneração mensal."

"No paragrafo 3 diz assim:
Filiado ou filiada parlamentar além da contribuição mensal individual
ficará responsável pela arrecadação mensal das obrigações estatutárias de seus assessores e cargos de confiança."

"No artigo 185:
Considera-se também parte da remuneração mensal diárias por sessões extras décimo terceiro salário ajuda de custo e extras de qualquer natureza."

Significa que o PT no seu Estatuto regulamenta ,ele institucionaliza a tal rachadinha.
Fonte:
https://vindodospampasoretorno.blogspot.com/2020/06/no-estatuto-do-pt-rachadinha-e-regra.html

Maria Aparecida Vieira Souto disse...

Compartilhei a notícia do blog e o Google enquadrou como Fake News. E aí, editor?

Anônimo disse...

O PT não tem apenas a rachadinha oficializada estatutariamente, eles são as mães das rachadinhas, como de praxe os pais nunca serão conhecidos!