Advogado que denunciou Sérgio Moro foi assassinado ontem em Curitiba

O advogado Igor Martinho Kaluff, de 40 anos, foi morto a tiros, ontem, numa loja de conveniências de Curitiba. O advogado ficou nacionalmente reconhecido depois que pediu a quebra dos sigilos fisdcal, bancários e financeiro do ex-juiz Sérgio Moro. O assassinato de ontem não foi político, segundo a Polícia, mas um acerto de contas. Quatro assassinos envolveram-se no ato, que resultou na morte de Kaluff e de um amigo seu. O jornalista Oswaldo Eustáquio chegou a ligaras mortes ao ex-juiz. CLIQUE AQUI para saber muito mais detalhes.

33 comentários:

Anônimo disse...

"Preso pela PF por corrupção no Pará dividia casa com Maia, em Brasília"
Isso a Grobo não fala...

Anônimo disse...

Pokibio, anota aí...
"Preso pela PF por corrupção no Pará dividia casa com Maia, em Brasília"
Isso a Grobo não fala...

Anônimo disse...

Começou a matança.

Anônimo disse...



É difícil até de comentar uma barbaridade dessas, duas vidas perdidas sabe-se lá porque. Deve-se aguardar as apurações para saber o que realmente aconteceu.





Anônimo disse...

Ué, como que a polícia sabe que foi acerto de contas, já investigaram?ou só tem convicções?

Anônimo disse...

Graça a posição do STF e da OAB, assassinos não cumprem prisão após condenação em segunda instância.

Não basta a roubalheira de toda a ordem!

Anônimo disse...

Mandaram matar! Está na cara!
Quem será que mandou matar ein?

Anônimo disse...

Muito interessante.
Virá aí nova versão novela Celso Daniel ???
A Globo fará matéria a respeito ???

Anônimo disse...

OAB vai se manifestar ?

José Corrêa disse...

A polícia tem de investigar isso a fundo!!!

Anônimo disse...

A forma com que o crime aconteceu foi muito primária, certamente foi acerto de contas, os caras até mostraram a cara. Já as esquerdas atualmente tem métodos mais sutis como sequestros e tortura como com Celso Daniel, derrubar aviões e helicópteros, arranjar um maluco direcionado para esfaquear Bolsonaro, afinal as esquerdas tem mais de 100 anos de experiência em carnificinas, Holodomores e execuções primárias de mais do que o dobro de gente do que o nazismo matou, apenas que agora age de forma mais Gramsciana, com cinismo e flores em uma mão enquanto esconde uma arma na outra.

Unknown disse...

Todo cagado e aínda quis saber da vida alheia

Unknown disse...

Isso foi queima de arquivo pode ter certeza ja estao falando que foi divida com agiota poren foi queima fe arquivo

Unknown disse...

Pois é. Muito fácil matar para incriminar alguém. E desviar os olhares do povo

Anônimo disse...

Ah, foi só uma alcatéia solitária!

ZAPELINO B disse...

Este vagabundo, pelo simples fato de ter feito esta falsa denúncia contra um homem HONRADO, não merece outro fim! O acaso lhe fez JUSTIÇA.
Cuidem-se bolsopetistas, dados à calúnia, para que não vos aconteça o mesmo!!!

verusca disse...

COm certeza ate arrumaram essa desculpa caso ligassem o crime ao criminiso moro.

Anesio disse...

O Bozo é o responsável pelo crescente ódio que impera... Estilo bem a caráter do sujeito fake...

Anônimo disse...

Policia do Paraná, em menos de 24 hs, sem investigar nada, sei....

Anônimo disse...

A Policia do Paraná é igual ao ex-juiz e ex-ministro do bozo, decide na base de "convicções"

Anônimo disse...

Que incrível "coincidência", não? "Gente de bem" portando armas....

Anônimo disse...

Certo foi Tecla Duran que se mandou pra Espanha, se tivesse ficado aqui já estaria morto. Não se pode facilitar com bandidos.

Anônimo disse...

Tudo que eles não conseguem explicar, jogam para o tal de "acerto de contas"..

Anônimo disse...

Acerto de contas, morto não fala. hummmmmmmmmmmm

Anônimo disse...

Quem? Exato!

Quem ajustou contas? O Moro que ajustou as contas?

O grupo que representa o Moro? A policia como chegou a essa conclusão?

Anônimo disse...

A que ponto chegamos, parte da população não confia na Policia Civil, Policia Federal e MPF do Paraná. Todos amiguinhos do moro.

Anônimo disse...

Qual ajuste de contas?

Como a policia chegou a essa conclusão? Qual foram as investigações?

Anônimo disse...

Pela Teoria Lavajatistas do Moro, PF e MPF/PR acertos de contas é justamente assassinatos entre desafetos. Kaluff era desafeto de Moro. Portanto, o conge se torna suspeito, ou não?

Anônimo disse...

É super comum haver discussão em uma loja de conveniência culminando com a morte de um advogado, que coincidentemente havia pedido a quebra do sigilo fiscal e bancário do marreco

Anônimo disse...

O Brasil virou uma Colombia? E ai Civitas e Marinhos orgulhosos do resultado?

Anônimo disse...

Nem a cinematográfica policia dos EUA, descartaria uma das linhas de investigação tão rapida: Processo contra o amigo dos milicianos que conheceu quando foi ministro.

Unknown disse...

Cala boca seu verme escroto vc e Moura são escória da sociedade

Unknown disse...

Assassinos a júri popular, neste não tem segunda instância. Estuda menino!