Outro brasileiro morre num quarto de hotel de Santiago do Chile

A tradutora brasileira Giovanna Elias Bardi, de 35 anos, foi encontrada morta, sábado, num quarto de hotel de Santiago do Chile.

Ela era de SP e viajava sozinha.

Há dois meses, duas famílias catarinenses também morreram em Santiago, asfixiadas por gás no apartamento que alugaram.

7 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto isso, diz a mídia que...
"33% aprovam e 33% desaprovam o governo Bolsonaro, diz Datafolha"
--- Outros 33% não sabem, outros 33% perguntam "quem é Bolsonaro"?, outros 33% não está nem aí com a paçoca...

Anônimo disse...

//
Enquanto isso...
"Acordo pode garantir Ferraris e Lamborghinis com taxa 0% no Brasil"
--- Enfim, uma boa notícia para os moradores do Morro do Alemão.
//

Anônimo disse...

Imagina quantos chilenos também não morrem assim, vítimas dos gás e sem que nenhum dispositivo de alarme contra essa situação tenha ainda sido inventado !

Anônimo disse...

Tem O filme O Quarto do Pânico e agora Os Quartos Assassinos

Milton disse...

Sim a Europa só produz carro de luxo. Ah se petista entendesse de economia. Não teríamos 14 milhões de desempregados jogados na rua por culpa desses quadrúpedes.

Anônimo disse...

Bom mesmo é Cuba, com aqueles carros ano 50 , sem internet e com filas para comprar alimentos, quando disponiveis !!

aparecido disse...

Quanta falta faz o conhecimento de quimica do segundo grau... Morrem cinco brasileiros, depois mais um e também no Brasil quando se fecham quartos por causa do frio intenso....o prefeito de Osasco, SP, ferido com sua esposa devido a explosão de uma fogueira....o conhecimento basico dos elementos quimicos e suas reações é importantissimo não apenas para passar no vestibular mas para a vida...quem conehce quimica basica desconfia das coisas...Mas no Brasil o conhecimento de ciencias exatas esta em baixa... muito baixa... e ignorancia mata....Bom é ser inflencer e outras cositas da moda.. e morrem como bichos por ignorancia completa da ciencia basica...