Inflação do IGP-DI de junho apresentou alta de 0,63%

O mercado não esperava inflação tão em queda.

O IGP-DI de junho, divulgado nesta manhã pela FGV, apresentou alta de 0,63%, abaixo do esperado pelo mercado (0,78%). A surpresa positiva ficou concentrada na menor pressão de minério de ferro. Com isso, o IGP-DI acumulou alta 6,04% em doze meses. 

Em relação ao indicador do mês de maio, que registrou variação de 0,4%, a aceleração de junho se deu, principalmente, devido a aceleração do IPA-Agrícola, que passou de deflação de 2,28% para alta de 2,24%. Neste grupo, a variação foi acentuada pelas altas de soja, milho, laranja e ovos. Por outro lado, o IPA-Industrial desacelerou de 1,43% em maio para 0,38% nesta divulgação, com destaque para a deflação acentuada de produtos derivados de petróleo (-7,12%), compensando a alta de minério de ferro. Por fim, os demais componentes do índice, IPC e INCC, mostraram movimentos divergentes: o IPC passou de alta de 0,2% em maio para deflação de 0,02% em junho, enquanto o INCC acelerou de alta de 0,03% para 0,88% nesta leitura, contribuindo para a alta do IGP

Nenhum comentário: