Aécio Neves vira réu em SP. Ele pegou propina de R$ 2 milhões com a JBS.

A Justiça Federal de São Paulo ratificou o recebimento de uma denúncia feita pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado Aécio Neves e tornou ele réu por corrupção passiva e tentativa de obstrução judicial das investigações da Lava Jato.

A acusação foi feita a partir de delações de Joesley Batista, do Grupo J&F, que afirmou ter pago propina no valor de R$ 2 milhões ao deputado. Também são acusados de corrupção passiva a irmã do senador, Andréa Neves, um primo dele e um assessor parlamentar do congressista. Em troca, ele teria prestado favores políticos a Joesley.

6 comentários:

Anônimo disse...

Este é outro falcatrua.Devia estar preso a muito tempo.O cara aparece pedindo dinheiro para os pilantras da JBS.

Anônimo disse...

QUAIS favores políticos, pois que todos do congresso também o fazem. Não defendo Aécio, apenas devemos estar bem esclarecidos e deixarmos de ser "vaca atolada"!

antagonista disse...

Nunca me olvidarei da figura Polibio Braga implorando voto neste ladrão e fazendo sua defesa como o está fazendo hoje de Moro só espero que não tenha de publicar uma nota como esta.

Anti comunista disse...

Esse tal de Aécio Neves, nada mais é do que um viciado imprestável. Sujou o nome do avô dele, Tancredo Neves, e vive as custas de suas falcatruas. Tem mais q ir pra cadeia.

Anônimo disse...

O beiçola está esperneando no seu troninho!

Unknown disse...

Lugar de corrupto é na cadeia.