Taxa de desemprego deste ano permanecerá muito alta, algo como 12,3%, igual a 2018


O Indicador Antecedente de Emprego recuou 1,0 ponto na passagem de março para abril, atingindo 92,5 pontos, segundo dados divulgados há pouco pela FGV. A média móvel trimestral manteve a trajetória de queda observada na leitura anterior, sinalizando uma ligeira piora do mercado de trabalho. Já o Indicador Coincidente de Desemprego avançou 0,7 ponto no período, alcançando 94,8 pontos. Especificamente em relação ao último índice, valores mais altos indicam maior taxa de desemprego.

Dessa forma, os indicadores divulgados pela FGV, sugerem uma relativa piora do mercado de trabalho no curto prazo, o que pode reduzir o ritmo de queda do desemprego nos próximos meses. 

Economistas como os do Bradesco, que produziram o material acima, acham que a taxa de desemprego média de 2019 fique em 12,3%, estável em relação ao observado em 2018.

Nenhum comentário: