Artigo, Fernando Bertuol, Zero Hora - O peso de ser brasileiro, 150 dias de tributo

- Fernando Bertuol é presidente da Associação da Classe Média (ACLAME)er

Você já parou para refletir em tudo que poderia adquirir se não tivesse que desembolsar tanto para pagar impostos ? Um carro que custa aproximadamente R$ 30 mil poderia ser adquirido por R$ 19 mil, não fosse os 37,55% de imposto sobre ele. A gasolina, sem tributos, teria um valor de R$ R$ 2,50 por um litro. Parece um sonho, não é mesmo? 

Atualmente os brasileiros pagam mais de 90 tipos de tributos ao governo. Passamos cinco meses trabalhando só para pagar impostos, 150 dias investindo em algo que não nos traz retorno, pois desembolsamos novamente para ter acesso à saúde, educação e segurança privados, já que o governo não entrega o básico. 

Em termos regionais, os produtos são tributados principalmente através do ICMS. Cada estado define quanto cobrará de alíquota por cada produto. O Rio Grande do Sul, neste quesito, é campeão: o ICMS aplicado aqui está entre os maiores do país. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

13 comentários:

Anônimo disse...

Impostos de Dinamarca.
Serviços de Uganda.
E nada de rever a tabela do IRPF.
defasada há anos. Estamos pagando o dobro do devido!
SOCORRO Guedes!

Anônimo disse...

O Estado está inchado, nos seus três níveis, federal, estadual e municipal, nos seus três poderes, executivo, legislativo e judiciário.

Não dá reciprocidade dos impostos cobrados aos cidadãos, nem em serviços e, tampouco em infraestrutura.

Enfim, sustentamos um bando de nababos incompetentes.

Anônimo disse...

Quase todas as entidades patronais foram a favor de manter o ICMS no atual patamar (para nãO se indispor contra o governo Leite)
Agora vamos aguentar juntos, nós e elas

Anônimo disse...

Imposto para tudo! E para todos? Não! porque não somos iguais perante as Leis brasileiras. Quem paga imposto aqui no Brasil são as pessoas humildes que carregam consigo os Princípios da Ética e da Moral. Os demais desafiam a Justiça e na maioria das vezes se dão bem. Como é o caso da corrupção institucionalizada no país. Muitos miseráveis morrendo de fome e muitos milionários vivendo uma vida de rei. Essa é a realidade do Brasil.

Anônimo disse...

Se pagássemos e tivéssemos retorno na Saúde, Educação e Segurança valeria a pena o sacrifício. Mas sustentamos milhares de parlamentares e milhares de Assessores ganhando fortunas de salário e esses nos entregam um país falido em todos os sentidos porque são incompetentes e incapazes de fazer uma gestão pública honesta.

Anônimo disse...

https://www.oantagonista.com/mundo/obama-empresarios-deveriam-ficar-felizes-em-pagar-impostos/

Anônimo disse...

ORA, ORA, qual é o problema se as CORTES tem que serem sustentadas? Brasília e satélites tem nos impostos seu grande PIB.
Produzir impostos para que a PLEBE pague é coisa natural em MONARQUIAS, ou você, ovelhinha de presépio, acreditas que o Brasil é uma república democrática?
Você acredita que aqui não temos escravidão? A Lei Aurea foi para os afro descentes no Século IXX, escravidão vigente é para a PLEBE sem cor amarrada ao "pelourinho" dos regulamentos e cartórios.



Anônimo disse...

https://www.diariodobrasil.org/se-tentarem-sabotar-bolsonaro-1964-pode-voltar/
A persistir esse quadro, encerra Jaime Sanchez, a única saída será as Forças Armadas lançarem mão do Artigo 142 da Constituição Federal.

Anônimo disse...

Sem falar no IPVA , que só existe no Brasil. !!! Tia Gloria.

Justiniano disse...


Depois não sabem porque muitas empresas estão migrando para o Paraguai, energia muito barata e um único imposto o IVA (imposto de Valor Agregado) e sem legislação trabalhista. Nada de CUT que o pariu e sindicatos sanguessugas.

Não tem essa de INSS, FGTS, PIS e imposto de renda. Você recebe o teu salário integral sem todos esses descontos.


Anônimo disse...

>>

Mas como voce que fornecer saúde e remédio de graça para mais de 200 milhões de brasileiros, bolsa familia, salarios e aposentadorias milionárias para o funcionalismo público, dinheiro a vontade para politicos corruptos, empreiteiros pilantras e suas obras ineficientes mas feitas a peso de ouro sem cobrar imposto, e muito imposto, dos desdentados?

<<

Anônimo disse...

Essa coisa de 150 dias é balela. Depende do que você faz. Se for empregado com carteira assinada ou servidor público com salário baixo aí pode até ser. Mas profissionais liberais(médico, dentista, advogado, jornalista etc), optantes do SIMPLES ou grandes empresários, com sua isenções com dividendos, são exemplos daqueles que não pagam esse valor não. Ou seja, no Brasil quem paga esse valor de imposto é pobre e classe média empregada, por causa dos impostos indiretos. Ocorre que quem reclama já paga pouco imposto em relação à sua renda.

Anônimo disse...

A cada dia surge uma nova invenção de algum nível de governo, com o intuito de tirar mais dinheiro do contribuinte.
As prefeituras, que na maioria tem o empreguismo como tema central, fazem verdadeiros malabarismos para arrancar dinheiro dos contribuintes.
Já criaram até cobrança de IPTU de garagem de apartamento, com a cobrança também da taxa de coleta de lixo, um acinte aprovado por todas as câmaras de vereadores, onde a medida foi adotada.
Em SC tem município cobrando "taxa de conservação da natureza", como se
a prefeitura pudesse interferir nos fenômenos naturais.
Enfim, somo um povo massacrado pela fúria arrecadatória dos poderes públicos, que na verdade, promovem é um socialismo caolho, cobrando demais de alguns, para poder "empregar" outros, sempre os "amigos" do prefeito que assume.
Estamos é "floridos e mal governados".