Benjamin Netanyahu diz que Brasil levará embaixada para Jerusalém

O que disse, hoje, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, ao participar de uma cerimônia judaica numa sinagoga de Colpacabana, ao falar sobre a mudança da embaixada do Brasil para Jerusalém:

- Não é questão de "se", mas "quando".

Bibi, como é chamado o premier, disse que ouviu isto do próprio Bolsonaro, ontem.

O primeiro ministro chegou 6a. feira ao Brasil e permanecerá aqui até a posse.

9 comentários:

Anônimo disse...

depois dessa demonstração de prestigio por parte do primeiro ministro israelense ao vir para a posse presidencial, não tem nem como Bolsonaro voltar atrás mesmo...





Anônimo disse...

Grande bibi. Este toca bomba em cima dos petistas da faixa de gaza. Ele tinha que ser o vice do capitåo. Acabar de vez com a esquerda no Brasil literalmente.

Cris disse...

Se a questão não é "se" e sim "quando" a resposta está na ponta da lingua:
- Se tiver mais de dois neurônios ... NUNCA !!!
O problema é que nenhum brasileiro sabe se o cidadão é provido de algum neurônio, afinal não chegou ao generalato ...
Mas... também... rola um papo de bastidores que é "papo" de "carioco" para cima de turista ingênuo...

Anônimo disse...

O primeiro erro da política externa. Vamos perder muitos mercados nos países árabes

Anônimo disse...

Não se fazem mais nazistas como antigamente.

EU ACUSO! disse...

Se fizer essa besteira, a cólera dos árabes será devastadora.

Anônimo disse...

Para desespero da atual esquerda enrustida, junto da esquerda fabiana, e da esquerda virulenta, a embaixada brasileira em Israel irá para Jerusalém. Quem determina a capital de seu país? As embaixadas ficam onde? Nas capitais. Se Israel considera Jerusalém sua capital, logo, a embaixada deve ser em Jerusalém. Simples.

E pra quem tá achando que perderemos mercado de proteína animal nos países árabes, só um lembrete, quem produz o suficiente para exportar em grandes quantidades no mundo? Brasil, USA e Austrália. Todos os três reconhecem Jerusalém como capital de Israel e vão mudar suas embaixadas.

Cris disse...

Quando o Estado de Israel foi criado ( e para que fosse
possível sua criação ) criou-se também o Estado Palestino...
Antes de Israel determinar qualquer coisa por lá ... os dois estados devem estar consolidados...
A discussão sobre a capital então poderá ser feita... não desconsiderando que Jerusalém é importante para Judaísmo, Islamismo e Catolicismo , com peregrinações constantes por parte destas 3 religiões...
Quem se diz Cristão... paravra que deriva de "Jesus Cristo" necessariamente deveria estar sobre a mesma bandeira...
Como é sabido ...o Judaísmo ainda espera por seu Messias ( eterna briga por uma das portas da cidade) NÃO reconhecendo Jesus como filho de Deus e Islamismo tem em Jerusalém o local da morte de seu profeta Maomé...
Para evitar conflitos a melhor solução para a área seria uma espécie de zona neutra sobre Jerusalém...
Logo... esta idéia estapafúrdia e simplista de que o que serve para determinar capita no Brasil serve para Israel , é simples e óbvia falta de cultura...

Anônimo disse...

Muito do árabe é sinônimo de ditaduras cruéis, imprensa amordaçada, atentados terroristas, oligarquias familiares medievais, tráfico internacional de material bélico e urânio, opressão de gênero e homofobia assassina.