Indicador Serasa Experian mostra recuo da atividade comercial

Conforme dados divulgados na sexta-feira, o Indicador Serasa Experian de atividade do comércio apontou ligeiro recuo de 0,1% na passagem de agosto para setembro, já descontados os efeitos sazonais. 

Esse resultado sucede a alta de 0,9% registrada na leitura anterior. Os maiores recuos foram observados nos segmentos de móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e informática e de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, enquanto o segmento de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas permaneceu próximo à estabilidade. Por outro lado, apenas o segmento de material de construção avançou na margem. 

Na comparação interanual, o indicador registrou alta de 6,8%, o que reforça uma tendência de expansão do comércio, ainda que de forma gradual, e que deve também ser observada na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), cuja edição de agosto será divulgada na quinta-feira.

2 comentários:

Anti comunista disse...

Acontecimento logico. Nenhum empresário vai investir em uma nação que está a beira de um comunismo. Depois do dia 28 próximo, com a vitória de Bolsonaro, as coisas voltarão a andar e o progresso virá. Quem tem dinheiro, não o investe, e sim o guarda em local seguro, até que se defina o futuro politico.

Anônimo disse...

Nova Cuba novamente?