TVE do RS poderá aderir ao PDV sugerido para a Fundação Piratini

Nesta terça-feira, a chamada Frente Jurídica das Fundações deve encaminha ruma proposta para o desligamento dos servidores da Fundação Piratini, tuydo por meio de um Programa de Desligamento Voluntário, que o governo poderá aceitar.

O governo já propôs a um salário a cada cinco anos trabalhados para todos os servidores estáveis e não estáveis.

O presidente da TVE, Orestes de Andrade Júnior, foi na semana passada a Brasília para assegurar a transferência das concessões da TV e da Rádio Cultura para o governo estadual. Ele também discutiu a devolução do prédio da TV para a EBC.

Um comentário:

Anônimo disse...

Os eleitores de Bolsonaro, em sua grande maioria, vêm das hostes do petismo desmoronado!