Saiba quem é Mateus Bandeira, o candidato do Novo ao Piratini

O ex-secretário do Planejamento e ex-presidente do Banrisul, cargos que ocupou no governo Yeda, de quem saiu rompido, Mateus Bandeira vai filiar-se ao Partido Novo no final do mês.

Ele confirmou que quer disputar o governo do RS.

Mateus Bandeira é jovem. Quando saiu do governo Yeda, 2011, ele assumiu o INDG, maior consultoria de gestão do país, de Vicente Falconi. Ele substituiu José Martins de Godoy, co-fundador e também sócio da consultoria, que deixou a presidência, mas continuou no conselho de administração. A chegada de Bandeira colocou fim a uma busca que levou mais de um ano. O convite ao executivo foi feito diretamente pelo empresário Jorge Gerdau, na época presidente do conselho de administração do INDG. Em janeiro deste ano, Mateus Bandeira renunciou (o INDG já teria virado Falconi Consultores), junto com outros dois diretores, o que teria acontecido pela insatisfação dos sócios com a gestão do presidente. Em 2011, quando Bandeira assumiu, a receita foi de R$ 205,7 milhões. Em 2015 (dado mais recente disponível), estava em R$ 201,6 milhões. O lucro operacional e o lucro líquido também foram menores, quando comparados os dois anos. Saíram de R$ 58,5 milhões e R$ 41,6 milhões, respectivamente, para R$ 41,5 milhões e R$ 33,5 milhões. Em contrapartida, as despesas administrativas vinham aumentando. Fecharam 2011 em R$ 31,5 milhões e, em 2015, alcançaram os R$ 99,3 milhões. No período, o número de consultores trabalhando para a Falconi também caiu quase pela metade, de 1,1 mil para cerca de 600.

18 comentários:

Anônimo disse...

Já trabalhei sob seu comando. Trata-se de um déspota extremamente inteligente. É a Dilma (quanto ao modo de lidar com aqueles que o cercam) com cérebro e competência.

Anônimo disse...

Esse partidoNovo vai surpreender, estão construindo um bom quadro.

Anônimo disse...

Sou mais eu!
Joel

Anônimo disse...

NA HORA DE ENTRAREM PARA POLITICA É TUDO MARAVILHOSO DEPOIS QUE ENTRAM VOCÊS JÁ SABEM HEHEHE.

Anônimo disse...

hmmmm falconi consultorias sem resultado...esquisitíssimas.

Anônimo disse...

O partido NOVO é uma surpesa que promete! Antes de emitirem opiniao leiam sobre ele! Realmente é diferente na pratica.

Anônimo disse...

Vindo desse Novo , não levo em consideração. A maioria desse novo é do MBL. To fora!

Anônimo disse...

Eis uma grande diferença que a imprensa (é claro que não) não está observando: Muita gente NOVA surgindo no lado anti-petista. Enquanto isto, o lado petista está murchando...

Anônimo disse...

É PSDB, ALINHADO COM O PMDB!
LOGO É FORMAÇÃO DE QUADRILHA!

Anônimo disse...

É Dória gaúcho.

Anônimo disse...

no governo Yeda, era chamado por ela como uma das joias da coroa, como dois bicudos não se beijam saiu brigado dizendo que na área pública não voltaria, retornou a iniciativa privada com desempenho pífio metendo-se em briga de cachorro grande, agora "coloca-se" à disposição da política, perfil psicopata

Carlos Mota disse...

Está envolvido com o mesmo Gerdau, que está envolvido nas indicações da Petrobras, com Lula e o PT.
Meu voto não leva.
"Diga-me com quem andas e dir-te-ei que és"!!!!

Anônimo disse...

jorge GG aprendeu bastante na Petrobras
grande "faro" para indicar pessoas
se acha, se não fosse um mamador das tetas dos pobres (governo não gera riqueza!)

Anônimo disse...

Chega de políticos profissionais. Esse poderá ser uma boa opção.

Anônimo disse...

O povo brasileiro é estranho, estão falando em renovação, com isso alertam os profissionais que estão em Brasília a se proteger, mas quando surge algo NOVO, mesmo que logo à frente possa ser mais do mesmo, criticam ferozmente.
Fico refletindo, como que pessoas novas se arriscarão entrar na política.

Anônimo disse...

O problema que esse cara não é novo na política, ele só quer passar de novo, mas já esteve no governo Yeda e utilizou os contatos politicos e empresariais para colocar o INDG (depois Falcone) em contratos (com dispensa de licitação) em diversos órgãos públicos e prefeituras. Mais do mesmo, e uma pena que o Novo esteja perdendo os seus ideais para conseguir projeção.

Nélio Rezende disse...

Eu não conhecia o Mateus Bandeira até que, recentemente, vi um vídeo com comentários que ele fez sobre o STF.
Agora, lendo um pouco sobre seu currículo, vou analisar com mais cuidado. Lembrei do Fernando Collor, "Caçador de Marajás". Vou continuar analisando. Não podemos perder a esperança.
Sobre o MBL, já me desiludi. Deu o golpe de incentivar o impeachment da Dilma e .... desapareceu...! Silêncio sobre Aécio e Temer. Pobre Brasil. Aguarda um "Salvador da Pátria".

Anônimo disse...

Pelo mesmo motivo
Estou dentro!