Por 46 x 19, Senado decide votar na terça-feira a reforma trabalhista

O governo deu ontem nova demonstração de força e deixou claro que possui ampla maioria para aprovar a reforma trabalhista no Senado, o que inclui o fim do famigerado imposto sindical.

O plenário do Senado aprovou, no início da noite desta terça-feira, o requerimento de urgência para o projeto de lei que trata da reforma trabalhista. O pedido teve 46 votos favoráveis e 19 contrários. 

 A senadora Ana Amélia confirmou ao editor que o projeto entrará na pauta de votação da próxima terça-feira.

4 comentários:

Anônimo disse...

Grande mudança que irá atualizar um pouco o que temos de atrasado.

Anônimo disse...

Demonstração de força foi o resultado da liberação de bilhões em recursos, que lá na frente vão fazer falta.

Anônimo disse...

O imposto sindical volta por lei ordinária ou camuflado em verba do orçamento da União.

Anônimo disse...

Feitooooii