Sartori terá parte do dinheiro da repatriação

O governador Ivo Sartori obteve em Brasília a confirmação de que os Estados ficarão mesmo com 21,5% do total arrecadado do Imposto de Renda incidente sobre o dinheiro que está sendo repatriado. O valor total é estimado em R$ 25 bilhões, R$ 4,5 bilhões dos quais irão para os Estados.

O governo já arrecadou R$ 8 bilhões, mas espera arrecadar R$ 50 bilhões e não apenas R$ 25 bilhões, o que dobraria os valores destinados aos Estados.

A divisão do bolo obedece as regras do Fundo de Participação dos Estados.

A expectativa é de que o RS receba R$ 40 milhões, muito pouco se comparado com os R$ 400 milhões da Bahia.

O programa de repatriação deve terminar dia 31, mas o relator do projeto na Câmara, Alexandre Baldy, quer adiar o prazo para 16 de novembro. Os governadores querem terminar tudo no prazo, porque querem o dinheiro imediatamente.

As modificações no projeto em exame na Câmara não se limitam ao prazo de vigência do programa. Tudo irá a votação na segunda-feira.

Nenhum comentário: