Próxima safra de grãos irá a 212,5 milhões de troneladas (mais 14,1%). RS colherá 32,l milhões.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou ontem a primeira estimativa de plantio da safra 2016/17 de grãos, que está sendo plantada no País.

O RS colheará 32,8 milhões de toneladas, igual ao que foi colhido na safra deste ano.

Considerando a média entre o limite inferior e superior, a área plantada está estimada em 59,1 milhões de hectares, o que representa uma ampliação de 1,3% ante a safra anterior. As principais culturas com expansão prevista de área são o feijão (3,8%), o arroz (2,0%), a soja (1,6%) e o milho (0,5%), incentivados pela boa rentabilidade. 

Com a expectativa de clima mais regular durante o desenvolvimento da safra, é esperado o retorno aos bons níveis de produtividade alcançada antes da quebra de 2016. 

Assim, a produção esperada deve alcançar 212,5 milhões de toneladas, crescendo 14,1% em relação à safra passada, considerando o intervalo entre os limites inferior e superior. 

3 comentários:

PEDRO SA disse...

KKKKKKKKKK O QUE MAIS FAZEM É PREVISÃO , SÓ SABEM VER O OVO NO RABO DA GALINHA , DEPOIS DÁ TUDO ERRADO ..............

Anônimo disse...

Políbio, tem um vespeiro que precisa ser denunciado : o custo da semente de milho, entre outras sementes, é um absurdo. Um saco com 20 Kg custa em alguns tipos de semente até 700 reais, isso não é preço pra produtor ou pequeno agricultor pagar pra produzir. Isso com certeza é um oligopólio bem fechado. Tá na mão de muito poucas empresas. Alem disso ainda tem o custo dos adubos e outros insumos, que no Brasil é no mínimo o dobro de outros paises.
Haja coração pra produzir nessepaíz.
Nelson Magalhaes

Anônimo disse...

os produtores pequenos precisam se concientizar q sempre e' melhor produzir a propria semente, o RS poderia ser grande em cevada, uma vez q possui areas com condiçoes muito proximas do ideal a este cultivo tao importante num pais q adora cerveja