Sartori recorrerá da decisão do TJ que manda pagar salários integrais em dia

O Piratini tirou nota ontem a noite, enviada ao editor por WhatsApp, dizendo que vai recorrer da decisão de mérito do Tribunal de Justiça, segundo a qual terá que pagar em dia o salário integral dos professores.

A explicação é a mesma:

- A decisão não será cumprida porque não há dinheiro.

O governo vai recorrer da decisão.

Há oito meses o governo estadual parcela salários dos servidores do Executivo, não diz o que vai fazer para ajustar ainda mais suas contas e conseguir o equilíbrio fiscal, como também não aponta qualquer data para que isto aconteça.

7 comentários:

Anônimo disse...

A cada decisão dessas, o tar$o gêinro ri muito lá do rio, só esperando a próxima eleição para colocar outro populista que vá afundar ainda mais o que restou do RS.

Anônimo disse...

Quem precisa de um Judiciário tão ridículo? Seriam menos ridículos se anexassem, na intimação, uma máquina para imprimir dinheiro. O Judiciário e Legislativo também deveriam ter salários parcelados. Essa história da independência financeira só é possível na cabeça sempre ruim do setor público. A fonte é a mesma, somos todos dependentes da lei, se arrecada menos, todos recebem menos. O único palhaço que sempre paga, independente do que deve é o cidadão comum. Barnabés nunca deveriam ter tanto poder, são muito abusados, fazem festa com a carteira dos outros, não entregam o que prometem, certamente são reencarnação da nobreza falida e prepotente do período colonial.

Anônimo disse...

E só exonerar o secretário da fazenda que as coisas melhoram.

Anônimo disse...



O dinheiro existe, a história mostrará, aliás, os técnicos da Fazenda já falaram sobre isto

Assim como na época das "brizoletas" do Brizola, um assíduo leitor deste blog já citou este fato várias vezes, onde narra que saia da Exatoria as escondidas com o dinheiro vivo para depositar no banco

Anônimo disse...

Como assim não tem Dinheiro? por que pagam em dias fundações privadas como a FDRH,FEE,FZB em dia? por que pagam estatais em dia CEEE,SULGÁS,CORAG?, por que pagam em dia judiciário e legislativo? tão bem da cachola para dar uma informação dessas?

Anônimo disse...

O Judiciário e Legislativo também deveriam ter salários parcelados. Essa história da independência financeira só é possível na cabeça sempre ruim do setor público. A fonte é a mesma, somos todos dependentes da lei, se arrecada menos, todos recebem menos.

SE ACHA QUE NÃO DEVERIA TER AUTONOMIA DOS PODERES, QUE VÁ PRA CUBA QUE PARIU SER GOVERNADO POR UM DITADOR QUE MANDA EM TODOS OS SETORES, Ô RECALCADO QUE ACHA QUE O DINHEIRO QUE TEM VALE MAIS DO QUE O DOS OUTROS! CHINELÃO PREPOTENTE!

CaioB disse...

Esquerdista não sabe fazer conta!
Fugiu das aulas de números, de aritmética, de matemática e nem seque sabe que existe cálculo. Quem sabe até confunda com o que existe na sua vesícula!