As10h tem coletiva da Lava Jato sobre a prisão de Guido Mantega

As 10h, em transmissão ao vivo da Globonews, coletiva de imprensa da Força Tarefa da Lava Jato, Curitiba.

Vão falar os procuradores federais e os delegados federais.

São os "meninos" de que fala Lula.

5 comentários:

Anônimo disse...

22 DE SETEMBRO DE 2016
BRINCOS DE GRIFE DE LUXO PODEM COMPLICAR DILMA
A força-tarefa da Lava Jato trabalha com uma informação que pode complicar Dilma. Há registro de que, quando presidente, ela teria ganhado de presente, de um ex-ministro, um par de brincos Tiffany’s, de Nova York, uma das grifes mais caras do mundo. Adquirido por US$ 75 mil, equivalem a mais de R$ 240 mil. O problema é que a legislação proíbe o servidor público de receber presente de qualquer tipo ou valor.(diariodopoder)

Unknown disse...

É a nova novela das 10:00... direto da República de Curitiba... te cuida Plim Plim!!!

ARS disse...

Se a PF está na rua, é porque "a verdade está lá fora". Operação Arquivo X!

Anônimo disse...

Os palhaços da Lava Chato vão cacarejar novamente.

É o mínimo que pode ser dito.

Prender alguém num hospital que está acompanhando a cirurgia de um familiar é totalmente desumano.

Não por ser o Mantega por quem não nutro simpatia alguma.

Fosse o Aécio ou o FHC seria desumano da mesma forma.

Parabéns MPF e MORO estão se superando.

Anônimo disse...

Moro, vai encanar o Malan e a Ellen Gracie?

22/09/2016 - Conversa afiada

Eles mandavam nas empresas "X" do Eike

A Ministra e Malan: prisão preventiva ou temporária?

Por falar na prisão do Mantega e no " domínio do fato"...

Procurador pede investigação de Malan, Tourinho e Ellen Gracie por OGX

O procurador Osório Barbosa, do Ministério Público Federal de São Paulo, pediu a investigação de três ex-ministros de Estado que atuaram como conselheiros da OGX: Pedro Malan, ex-ministro da Fazenda, Rodolpho Tourinho, ex-ministro de Minas e Energia, e Ellen Gracie, ministra aposentada do Supremo Tribunal Federal. Barbosa enviou o pedido de investigação ao Ministério Público do Rio de Janeiro, que concentra as investigações relacionadas a possíveis irregularidades cometidas pela OGX, petroleira de Eike Batista.

No ofício, recebido pelo MP do Rio nessa segunda-feira (2/6), Barbosa afirma que encontrou indícios veementes da prática de vários crimes contra o sistema financeiro nacional. Diz o documento: “Embora os crimes tenham sido praticados por várias pessoas e empresas, eles não teriam obtido êxito sem a complacência comissiva ou omissiva dos então conselheiros da administração da OGX, Pedro Malan, Ellen Gracie e Rodolpho Tourinho”.

(...) O procurador alega, ainda, que os ex-conselheiros atuaram como co-autores do crime de manipulação de mercado por não terem anunciado aos investidores que Eike Batista recusara-se a assinar o contrato de put option, anunciado em fato relevante em outubro de 2012. (...) O entendimento do procurador paulista é de que os conselheiros incorreram também em “eventual crime de falsificação de contrato” e que teriam se tornado não só co-autores do crime, mas também avalistas da put.

TÁ EXPLICADO porque o Mantega foi solto, ou não?