Gaúcho preso na Operação Arquivo X era empregado de Eike Batista

Um ex-funcionário de uma das empresas de Eike Batista foi ogaúcho preso na manhã desta quinta-feira em Porto Alegre durante 34ª fase da operção Lava Jato. 

A ofensiva, chamada de Arquivo X, cumpriu, além do mandado de prisão, um mandado de busca e apreensão em uma casa no bairro Cristal, na zona Sul da Capital.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal (PF), o homem, que não teve a identidade revelada, foi encaminhado à sede da PF em Porto Alegre e mais tarde seguirá de avião para Curitiba, onde está localizada a Superintendência do órgão responsável pelas investigações da Lava Jato. 



6 comentários:

Anônimo disse...

Ô cara SORTUDO, viajando de avião DE GRÁTIS..... Comida e cama DE GRÁTIS
EM CURITIBA....Vai aproveitar para rever grandes amigos sem gastar nada....
Se melhorar, estraga!!!!

Anônimo disse...

GGN: Lava Jato não quis ouvir Eike sobre doações ao PSDB e outros partidos:

22/09/2016 - Brasil 247

Em seu depoimento, Eike Batista diz que não foi cobrado por Guido Mantega e que ele cobrou do casal Monica e João Santana que realizassem um trabalho de consultoria na Venezuela; no entanto, quando ele quis falar sobre doações ao PSDB e a políticos de outros partidos, como Cristovam Buarque (PPS-DF), não houve interesse....

NÃO HOUVE INTERESSE? Hummmmmmm tá explicado, ou não?

Luiz Vargas disse...

O PeTralha, escalado pelo bando quadrilheiro para dar PlanTão no site do Jornalista Políbio Braga, sempre procura dar um jeito de buscar trazer o mundo inteiro para dentro do lamaçal no qual o seu bando quadrilheiro está chafurdando. Para quem se dizia diferente elles estão se mostrando que eram muito mais iguais ou piores do que aqueles que antes criticavam. E do Renan, do $arney, do Jader Barbalho não vais dizer nada?
Uma última pergunta: me cite alguém da nomenclatura do bando quadrilheiro PeTralha que possa ser considerado pobre hoje em dia? Raul PonT? Olívio oTruta? tar$o oGênio? Paulo PimenTa? Marco Man$ão Miami Maia? Ronaldo Zulke? Zé Dir$eu? Luís Brahma da $ilva? ............????

Anônimo disse...

Na lógica de Moro, Temer também seria preso:

22 de Setembro de 2016 - Brasil 247

A barbeiragem de hoje do juiz Sérgio Moro ultrapassou qualquer limite da imaginação.

Nunca antes um juiz cometeu um ato tão irresponsável: mandou prender um ex-ministro da Fazenda dos governos Lula e Dilma expondo-o a um vexame nacional e internacional e logo em seguida anulou a medida por razões humanitárias.

Ou seja: se ele não tivesse sido preso no hospital onde sua mulher, acometida de câncer estava prestes a ser submetida a uma cirurgia ele não teria sido solto?

Afinal, havia algum motivo consistente a justificar sua prisão, ainda que por cinco horas?

Segundo Moro, ele deveria ser preso temporariamente porque Eike Batista havia delatado seu pedido de 5 milhões de reais para quitar dívidas de campanha do PT, em novembro de 2012, sem apresentar uma prova sequer de que esse pedido realmente aconteceu.

E disse que não cabe a ministro de estado pedir contribuições ao seu partido.

Moro tem toda a razão. No entanto, a 15 de agosto último o então presidente interino Michel Temer reconheceu ter feito exatamente a mesma coisa que Moro condena agora: pediu dinheiro a Marcelo Odebrecht na sede do governo, o Palácio do Jaburu:

"Eu não tenho medo dessas coisas. Eu já confirmei que jantei com Marcelo Odebrecht, no Jaburu, em 2014. Como é natural, o partido me pressionava para obter recursos para os seus candidatos. A Odebrecht contribuiu? Claro que sim. Eu era presidente do partido e ele acertou uma contribuição. Até se falou em R$ 10 milhões, mas na verdade foram R$ 11,3 milhões que ele entregou ao partido — tem a prestação de contas para todos os candidatos a governador...Eu não sei se ele falou. A coisa vai para a imprensa e você não sabe se é fruto da delação, se é fruto do advogado. Você não sabe de onde veio. Então, o que eu faço? Eu não vou negar que ele esteve comigo, como tantos outros empresários estiveram comigo. Ainda hoje, quando não há a menor possibilidade de pessoa jurídica eles vêm me perguntar como vão colaborar. Quando havia a possibilidade das doações, era uma enxurrada de gente pedindo para colaborar."

Mantega é acusado de pedir 5 milhões enquanto ministro de estado. Sem provas se de fato pediu e se de fato pediu dinheiro limpo ou sujo, apenas a palavra de um empresário falastrão e falido. E ele nega.

E por esse motivo Moro o prende.

Temer admite ter pedido 10 milhões enquanto vice-presidente da República dentro do palácio do Jaburu ao empresário Marcelo Odebrecht. O dobro do que Mantega teria pedido.

E por esse motivo Moro não o prende.

Anônimo disse...

No Cristal? Perto da casa daquela lá então.

Gilmar. disse...

Sr. Luis Vagas, não perca tempo dando pérola aos porcos petistas, ninguém acredita em uma única palavra dessa raça ruim.Estão mais cagados do pau de galinheiro e mais quietos do que guri mijado sentado no canto da sala. Onde estão as estrelas e bandeiras vermelhas. " lularápio, preso em Curitiba, vai ficar numa pindaíba, lularápio meteu fundo a mão, isso é, coisa de ladrão....