PP do Paraná despreza ministério da Saúde e fecha posição pelo impeachment de Dilma

O deputado federal Ricardo Barros, Paraná, membro do diretório nacional, chegou receber a oferta de ocupar o ministério da Saúde, teria aceitado e se comprometido a votar contra o impeachment. Ontem, no Facebook, ele avisou que abraçou o voto contra Dilma. 

A dois dias da votação do processo de impeachment contra a presidente Dilma na Comissão Especial da Câmara, integrantes do diretório do Partido Progressista (PP) do Paraná decidiram declarar apoio ao afastamento da petista. O presidente estadual da legenda, deputado federal Dilceu Sperafico, considerou que o fim do mandato de Dilma ajudará o País a retomar o rumo na economia e na política.

"Nós não vemos outra alternativa para o Brasil tomar um novo rumo economicamente e politicamente. Precisamos sair dessa barbaridade, a situação está ficando muito grave, e por isso somos a favor do impeachment", ressaltou.

Segundo ele, a decisão foi tomada após consultar os demais integrantes do diretório estadual, por meio de vídeo conferência.

Um comentário:

Anônimo disse...

Bons ventos continuam soprando do Paraná e da República de Curitiba!