Porto Alegre sabe planejar ?

A imagem que ficará do atual prefeito.


Esta reportagem de Itamar Melo não é de agora, mas é como se fôsse, porque nada mudou - e até tudo piorou.

O material é de Zero Hora. 

Vale a pena ler com atenção, porque nem mesmo a retórica do atual prefeito saiu do papel, já que suas explicações para o atraso de projetos, obras e idéias continuam irritantemente monocórdicas. 

Leia:

Porto Alegre: uma nova avenida termina em um muro, porque não se previu o que fazer com uma fábrica que estava no caminho. Uma ciclovia recém-construída por um setor da prefeitura é destruída por outro, que faz uma calçada no lugar – e os dois órgãos sustentam que não houve falha nos planos. O serviço de parquímetros fica dois meses sem funcionar, já que a licitação que deveria ter sido feita não aconteceu.

Situações como essas, que levantam questões sobre a capacidade de organização e planejamento do município, têm ocorrido em diferentes esferas, desde as mais prosaicas, como a escolha de um guarda-corpo para uma ciclovia (as toras de eucalipto instaladas em janeiro de 2012 e logo retiradas), até as de grande ambição, caso de projetos como o BRT e o metrô. No episódio mais recente, Porto Alegre esteve sob risco de ficar sem o BikePoa, o serviço público de aluguel de bicicletas.
Prazos perdidos, obras que nunca ficam prontas, projetos com erros básicos e mudanças repentinas de rumo estão entre os problemas que geram críticas à condução dos projetos na cidade.


Tem muito amadorismo na prefeitura.

E não é de hoje.

Mas prossegue.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

17 comentários:

Anônimo disse...

Esse prefeito deveria responder criminalmente. Demoliu a cidade. Deixará uma herança maldita para seu sucessor.
Mas conseguiu eleger uma deputada.


E, o dinheiro das obras da copa aonde foi parar???

Anônimo disse...

E os corredores de onibus, que ficaram meses em obras, e agora estao em obras de novo! Veja o da Bento Goncalves e o da Joao Pessoa. Quem eh que se responsabiliza pelo custo de obras inuteis?

Zé do Burro disse...

Planejar? O negócio na prefeitura é saber onde estão as oportunidades. Onde não existe gestão, planejamento técnico, fiscalização isenta, dezenas de cc (ou centenas), base aliada, loteamento político e um prefeito ex-petista, pode-se deduzir o que?
O prefeito criou uma secretaria para a esposa amar os animais (a um preço muito alto por sinal). Na véspera das eleições de 2014 conseguiu com a RBS uma reportagem sobre um hospital veterinário filantrópico patrocinado por um empresário (que nunca foi anunciado e o hospital já era!).
O vice-prefeito fez uma lei para tirar as carroças de circulação em oito anos (sim, oito anos) e nem isto ele conseguiu.
E aí vai. Temos mais uma caixa-preta para abrir ou carregar.
Aliás, acho que vamos ter que carregar pois os boboalegrenses estão loucos para eleger ou a Luciana ou a Manoela. Resolvemos apagar os incêndios com gasolina!

Anônimo disse...

Porto Alegre foi uma ótima cidade até os anos 80.
Depois vieram os populistas e simplesmente acabaram com a cidade, pois houve apenas a preocupação em garantir votos, não com a cidade.
Lamentavelmente foi isso que ocorreu.

Anônimo disse...

Tem muito amadorismo na prefeitura.
Custa a crer que a equipe de funcionários do quadro da prefeitura sejam amadores.
Trata-se de pessoas que fazem parte do serviço público municipal já há muitos anos, e que, independente dos governantes de plantão acrescidos dos CCs que nunca estiveram no serviço público, não poderiam permitir que tais amadorismos acontecessem, considerado a sua experiência e dedicação ao trabalho.
Se assim não é, cabe saber até onde são omissos e coniventes.
Para liberar obras fazem tantas exigências que soam até descabidas muitas vezes.
Exemplo: tem um edificio de oito andares na esquina da minha rua. Para eu conseguir edificar mais três metros de altura que serviriam para uma escada de acesso, na minha residência unifamiliar preciso de autorização da Aeronautica. Parece um absurdo.
Então são cuidadosos ao extremo com o contribuinte, e o mesmo não ocorre nas obras do próprio municipio?
Haverá outros interesses não republicanos?

Unknown disse...

Vou repetir POA e demaiskkkkkkkkķ

Anônimo disse...

TRATA SE DE RESTOS DA HERANÇA MALDITA DO PT. Nomearam gente do Partido para lotearem as Praças e Áreas Verde,que deveriam ter sido autorizadas pelo Legislativo depois de aprovados em Plebiscito. Então ocorreram desvios e sabotagens do Plano Diretor, através de propinoduto, que misturou licenciamentos de Projetos de Edificios e Shoppings com os Novos Traçados das Perimetrais, ocasionando Elefantes Brancos, como a liberação do Shopping Iguatemi, sobre um canal da Bacia Hidrográfica da Chácara das Pedras. Na época houve muitas vitimas por afogamento nas enchentes que ocorriam no local...

Anônimo disse...

Respondendo a questão contida no título : os gaúchos sempre souberam planejar, no entanto, a maioria dos governantes e parlamentares não quis, o que é bem diferente.

Eng. Alberto disse...

É só entrar na SMOV, SMAM, e outros departamentos da PMPA, só tem estagiários, e CCs, que trocando por merda da no mesmo, não sabem nada, nada resolvem, é só procurar estes dois departamentos, que tem 80% dos problemas de POA, e tentar entrar para resolver os problemas tete-a-tete, você não é atendido, te mandam preencher os famosos formulários no protocolo, que não tem espaço, para se escrever as vezes grandes demandas e difícil de explicar em pouca linhas, portanto tudo é perda de tempo para os Porto Alegrenses, o Fortunati na minha modesta opinião foi o pior Prefeito nos últimos 50 anos de Porto Alegre, ganhou até do finado Célio M. Fernandes.

Anônimo disse...

Grandes projetos precisam, além de muito trabalho, de grandes mentes para toca-los.
O que falta é competência, e o que sobra é politicagem.
E a tendência é piorar.

Anônimo disse...

Porque não chamam peritos estrangeiros para fazer estes projetos e gerencia-los?

Anônimo disse...

Vocês não entenderam, o PDT, que é um braço do PT, quer entregar a prefeitura pra Manu, só que não pode fazer isso explicitamente, então estão sabotando a própria administração, PORRA!

Anônimo disse...

Realmente acredito que alguns secretários municipais estão "rifando" cargos importantes para amadores e estão colhendo os frutos desta negligência. Esta ficando provado que muitos projetos da prefeitura não são detalhados com o devida técnica de planejamento e de execução. Talvez estes "técnicos" estejam preocupados somente em receber o seu salário no final do mês e não saibam detalhar o "Como fazer". Então "Muitos projetos são realmente uma avenida que terminam em um muro".

Deixo uma frase que sempre se concretiza a médio prazo para o pessoal "técnico da prefeitura":

“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...”
― Abraham Lincoln

Anônimo disse...

Gestão de obras públicas não é pra amadores. As interfaces não técnicas (TCE, desapropriações, licitações, financiamentos, judiciais) são complexas, ainda mais no RS, estado beligerante, onde até as relações de vizinhos são judicializadas.... Atuais lideranças na prefeitura não são do ramo nem tem capacidade para o desafio. Os atrasos não são por falta de recursos (dinheiro tem!), é problema de falta de capacidade de gestão / competência.

Anônimo disse...

CONCORDO COM OS DEPOIMENTOS. A PREFEITURA se tornou um degrau para Figurinhas Carimbadas conquistarem em 4 anos, a aposentadoria de GOVERNADOR. Cargo que nosso GRANDE SARTORI fará com que não seja mais renumerado... Além disso, garantem o financiamento de Campanha com o apoio das EMPRESAS DE ONIBUS, gratas por POSTERGAREM A CONSTRUÇÃO DO METRO, além de Parcela Autonoma e Gratuita da CAIXINHA DO DMAE, a Grande Mina de Ouro do Municipio que jamais é investigada...

Anônimo disse...

A PREFEITURA DA CIDADE SE TORNOU UMA CASA DA MÃE JOANA. Um prefeito Boçal, que nada fez, além de aconchegar se com o PT. NADA FEZ ALÉM DE UMA ADMINISTRAÇÃO ACONCHAVADA, com os Grupelhos de sempre. Não teve competência para executar o GRANDE METRO, não teve competência para acabar com o CONSORCIO DOMINANTE DO TRANSPORTE COLETIVO e realizar a grande licitação das Empresas, abrindo a concorrência e melhorando o transporte na cidade. Nada fez de importante para salvar a Carris. Pior que isto são as perspectivas pela falta de um GRANDE ARQUITETO PORTOALEGRENSE, QUE FOSSE SOCIOLOGO E URBANISTA PARA GERIR A NOSSA GRANDE CIDADE. Mas os candidatos são meros aventureiros de merda, que não possuem a mínima capacidade em Governar a mais linda cidade do SUL DO PAIS...

Anônimo disse...

Comentando apenas um dos malfeitos citado:

“Sete empresas e uma pessoa física apresentaram, em 18/11/2013, os documentos de qualificação e de intenção da nova Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) do Metrô.

A sessão pública ocorreu no Escritório do MetrôPoa. Conforme o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, o Metrô de Porto Alegre pretende atender diariamente 325 mil usuários. A expectativa é de que as obras possam começar já no final de 2014.”

Patético.

Depois de 27 meses ainda não foi nem divulgado o resultado da análise destes documentos de qualificação e de intenção. De tão lenta esta análise, parece não querer chegar ao que figuras do MP e PF estão na expectativa. E desnudar mais um braço do polvo.

Com isto, genericamente, ficam duas questões para meditação: uma prova do ENEM que avaliasse Competências, Conhecimentos, Habilidades e Atitudes qual seria a nota que o Fortunati e equipe iriam obter? Você elegeria o Fortunati e equipe para administrar seu condomínio?

E uma observação: em 25/01/2016 a Câmara Municipal de Curitiba cobrou definição sobre licitação do metrô naquela cidade. E aqui? São da turma do 'não sei, não vi, não me comprometo'?