Mercado revê números e projeta recessões ainda mais severas para 2016 e 2017.

Piorou a expectativa dos economistas para o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) deste e do próximo ano, de acordo com o boletim Focus, do Banco Central. A mediana das estimativas para 2016 cedeu de queda de 3,33% para retração de 3,40%. A mediana para 2017 saiu de aumento de 0,59% para crescimento de 0,50%.

Por fim, as estimativas para a taxa de câmbio subiram de R$/US$ 4,38 para R$/US$ 4,38 no final deste ano e permaneceram em R$/US$ 4,40 ao final do ano que vem.

Nenhum comentário: