Correios atrasam salários no Natal

Para equilibrar despesas, salários serão pagos em 31 de dezembro e 13º será depositado somente em 19 de dezembro

Um dos maiores empregadores do país, os Correios decidiram alterar a data de pagamento dos salários dos seus 125 mil funcionários no mês de dezembro. A segunda parte do 13º salário também só será paga no dia 19 e não mais no primeiro dia de dezembro, como ocorre tradicionalmente.
Os Correios depositam os salários dos funcionários no último dia do mês. Em dezembro, contudo, o dinheiro entra na conta no dia 19, antes do Natal. Neste ano, os funcionários já foram avisados de que os salários só serão depositados no dia 31 de dezembro, 12 dias depois. No caso do 13º, o benefício tradicionalmente é pago no primeiro dia de dezembro. Mas os Correios prorrogaram para o dia 19 o pagamento. O conselho de administração da empresa questionou a diretoria sobre a quebra na tradição no período natalino, mas ainda não obteve resposta.
Por meio da assessoria, os Correios informaram que a mudança na data dos pagamentos em dezembro deve-se à necessidade de "equilibrar as despesas do período e atende o disposto pela legislação brasileira". 

7 comentários:

Anônimo disse...

Reclamem para a Dilma pelegos...

Anônimo disse...

é o resultado do buraco em que Dilma enfiou o país e a brasileirada se recusa a admitir...

vão receber o 13 atrasado e ainda tiveram que distribuir santinhos da comandantA...

eita destino mais irônico, tchê!

Altamir Silva disse...

125 mil funcionários ???

Anônimo disse...

Quebraram o Brasil e agora estao tentando malabarismos para tentarem equilibrar receitas/DESPESAS.Seria mais facil ter controlado as despesas do que correr atras do prejuizo.A rapadura e doce mas nao e mole nao.

Nádia disse...

.

uai.. gastaram muito neste ano de eleição...

e bem, já que são apenas salários, não tem tanta pressa de entregar, como
tinham com certos folhetos...

Que corja. Correios já foi uma das grandes instituições do país..
Mas isso foi há muito tempo.

.

Luiz Vargas disse...

Pelo visto não foi só a PeTrobrás que os quadrilheiro$ PeTralha$ quebraram.

Anônimo disse...

Aposto que, destes 125 mil funcionários, uns 25 mil são aspones!!!