Análise - O PIB e as lições do fracasso dos governos do PT

Neste editorial, o jornal "O Estado de S. Paulo" diz que a economia nacional continua presa num atoleiro, movendo-se muito devagar e sem perspectiva de acompanhar o avanço global no próximo ano e talvez no seguinte, de acordo com os novos números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

. Leia mais:

Sem grande melhora para exibir, o governo pode, no entanto, anunciar o fim da recessão, porque no terceiro trimestre o Produto Interno Bruto (PIB) foi 0,1% maior que no segundo. Mas ficou 0,2% abaixo do nível de um ano antes. Nos detalhes, o contraste ainda foi mais feio. A produção industrial foi 1,5% menor que a de julho a setembro de 2013 e o investimento produtivo, 8,5% inferior. Houve, sem dúvida, alguma recuperação depois do desastre na primeira metade do ano, quando a produção geral encolheu em dois trimestres consecutivos, com taxas negativas de 0,2% e 0,6%. Mas a anemia econômica permanece.


. A nova equipe responsável pela economia terá de providenciar boas doses de vitamina, mas, ao mesmo tempo, deverá cuidar dos fundamentos, consertando as contas públicas e contendo a inflação. O déficit acumulado pelo setor público em 12 meses, de 5,01% do PIB, foi um dos mais altos do mundo, embora a presidente Dilma Rousseff insista em dizer o contrário. A estabilidade, como foi dito na apresentação dos futuros ministros da Fazenda e do Planejamento e do presidente do Banco Central, é condição para o crescimento e para a continuidade da inclusão social.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

4 comentários:

Anônimo disse...

A tendência é a coisa piorar aqui no Brasil! A ficha para os investidores está caindo, assim como para a população de um modo geral, isto é, a implantação do bolivarianismo do atraso já está quase finalizada,e ninguém irá colocar dinheiro aqui nesta m... quando existem outros mercados mais promissores como os EUA por exemplo que começou a crescer novamente já algum tempo! O que o governo petralha poderá fazer é dar um "UPzinho" com obras, ou largando grana na mão de empresários amigos, mas à custa da fabricação de dinheiro com títulos públicos e endividando ainda o país, mas a conta vem depois, porque o crescimento que o país teve nestes doze anos de PT foi graças aos mais de 2 trilhões que o país deve aos bancos!
VIVA À MARAVILHA DO SOCIALISMO BOLIVARIANO DO ATRASO!!!!

Anônimo disse...

UM CONTRIBUINTE DO CEARÁ TEVE SUA DECLARAçãO REJEITADA PELA RECEITA
FEDERAL PORQUE, APARENTEMENTE, RESPONDEU A UMA DAS QUESTÔES
INCORRETAMENTE.

EM RESPOSTA à PERGUNTA: “VOCÊ TEM DEPENDENTES? ” O HOMEM
DECLAROU: 40.000 IMIGRANTES ILEGAIS; 1.000.000 VICIADOS; 20 MILHõES A
QUEM EU PAGO AUXíLIO PREGUIçA; 1.500.000 CRIMINOSOS EM PRISõES,
100.000 ONGS, ALéM DE UMA PORRADA DE FACíNORAS, OCUPANTES DE CARGOS
PúBLICOS COMISSIONADOS, POLíTICOS EM BRASíLIA, ESTADOS E
MUNICíPIOS; E, AINDA, O PIOR DE TODOS ELES, OS HABITANTES DE CUBA,
PRINCIPALMENTE, 6.000 "MéDICOS ESCRAVOS" E TODOS OS PORTUáRIOS DE
PORTO MARIEL, MAIS UMA DEZENA DE PAíSES COM DITADURAS NA ÁFRICA E NA
AMéRICA DO SUL, SEM FALAR DA QUENGA DO LULA - DONA ROSE QUE PERDEU A
BOQUINHA EM SP; E SEU FILHO LULINHA, QUE PASSOU DE LIMPADOR DE MERDA DE ELEFANTE, EM ZOOLóGICO, EM 2002, A GRANDE PECUARISTA EM 2010.

A RECEITA AFIRMOU QUE O PREENCHIMENTO QUE ELE FEZ NO IR ERA INACEITÁVEL.

SUA RESPOSTA à RECEITA FOI:

- INACEITáVEL? CARAMBA, DE QUEM SERÁ QUE EU ESQUECI?

Anônimo disse...

Análise - a falta d'água em São Paulo e as lições do fracasso dos governos do PSDB.

Aguardo um artigo com esse título.

PS: Votei nulo.

Anônimo disse...

Análise - A falta d'água em São Paulo e as lições do fracasso dos governos do PSDB.

Aguardo um artigo com esse título.

PS: Votei nulo.