Meia dúzia de arquitetos cariocas e gaúchos querem impedir demolição do Memorial Luiz Carlos Prestes

Símbolos das opressoras ditaduras comunistas, nazistas e fascistas, foram derrubados em todo o mundo. Ao lado, cabeça do carniceiro Stálin, derrubada do pedestal durante a Primavera de Praga, esmagada pelos tanques da URSS. Prestes sempre foi agente assalariado e servo da espionagem do governo comunista russo. 



Única obra de Oscar Niemeyer em Porto Alegre, o Memorial Luiz Carlos Prestesfoi defendido em uma manifestação organizada por algumas dezenas de arquitetos vindos do Rio e outros do RS, na tarde deste sábado. O grupo — que contou com a presença do arquiteto e urbanista Paulo Niemeyer, bisneto de Oscar Niemeyer e coautor da obra — realizou um ato contra a proposta de demolir o local.

. O Memorial é uma homenagem ao líder comunista gaúcho que tentou implantar a ditadura comunista no Brasil. Na sua trajetória, Prestes esteve a serviço da União Soviética, de quem recebeu abrigo e dinheiro. Ele também foi responsável por assassinatos praticados em nome da causa e por sua ordem e conivência. O gaúcho pautou sua vida no combate feroz às liberdades públicas e privadas, inclusive as de imprensa, de organização e de movimentação. 

. A homenagem em andamento não tem sentido algum e deve ser revista, o que implica na demolição do monstrengo criado pelo arquiteto comunista Oscar Niemeyer, ou sua destinação ao previsto Memorial Lupicínio Rodrigues. 

. No dia 8 de novembro, a edificação foi alvo de um protesto contra o comunismo. Na data, cartazes, cruzes e até uma coroa de flores foram fixados na grade da construção, situada à beira do Guaíba. Entre as frases escritas nos cartazes estavam "abaixo ao comunismo" e "devemos derrubar o memorial ao comunista Prestes

21 comentários:

Anônimo disse...

Não sou comunista e nem simpatizante. Mas considero um absurdo sair por ai demolindo esculturas e memoriais. Se a obra já está pronta e não prejudica ninguem, que fique como símbolo de uma época ou momento de nossa história, errado ou certo. Destruir monumentos e bibliotecas é coisa para povos bárbaros, como os que destruiram a famosa Biblioteca de Alexandria.

Anônimo disse...

Homenagear comunista, que gente sem noção!

Anônimo disse...

Se podem mudar o nome de avenidas por quê não derrubar ou transferir o memorial?

Anônimo disse...

Porque este pessoal nao vao morar em Cuba e parem de encher o nosso saco ?????

Anônimo disse...

Creio ser o Brasil o único país do mundo onde se cultuam a memoria de bandidos e traidores e se endeusam este tal de Niemaier Sic. que só fez uns monstrengos arquitetonicos....Fui

Anônimo disse...

Eu sugiro a colocação de caixas eletrônicos no local, para que logo a monumento ao assassino comunista seja demolido! Já que foi construído para um criminoso, que seja implodido por criminosos! Esse facínora cometeu milhares de crimes e assassinatos nos anos da sua famigerada coluna prestes, isso deve ser sempre lembrado!
O sindicato dos arquitetos, assim como todo sindicato no país, já esta "aparelhado" pelos esquerdistas, porque aquela obra, é mais uma porcaria estética desenhada pelo comuna Oscar Niemeyer, como outras que ele já fez, claro que ele projetou obras bonitas, ops, quero dizer desenhou, porque o comuna fazia rabiscos no papel e entregava para a sua equipe de engenheiros dizendo: "Toma, te vira"!
Aquele monumento ao comunista Luiz Carlos Prestes mais parece aquelas casamatas construídas na beira das prais na segunda guerra mundial para conter desembarques inimigos...ha,ha,ha,ha,ha...talvez ele quisesse deixar o glorioso comuna eternamente em uma casamata, abrigado dos capitalistas opressores...ha,ha,ha,ha,ha!

Anônimo disse...

Bem que poderia mesmo ser destinado ao memorial Lupicinio Rodrigues. Homenagem mais que justa. Ainda que com uma obra feita por um comunista originalmente para homenagear outro comunista... Mas tenho principios conservadores. Assim, podendo aproveitar esse troço para alguma coisa que realmente "preste"...

Anônimo disse...

Tantos gaúchos merecedores de homenagens ex: Honório "QUEREMOS LEIS QUE GOVERNEM HOMENS, E NÃO HOMENS QUE GOVERNEM AS LEIS"

Anônimo disse...

O negócio é demolir,se for só por questão de arte, qualquer coisa é ou pode ser, até a estátua do capeta, nada educativa, afinal,
estátuas devem ser exemplos para
a civilização e não para a incivilização, da barbárie.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Poderiam transformar em sanitário público, já que é para homenagear excremento, mesmo!
Sobre a obra do homenageado, tomo a liberdade de sugerir a leitura de:
mujahdincucaracha.blogspot.com/2014/11/a-justica-revolucionaria.html

Anônimo disse...

Tenho uma ótima marreta disponível para derrubar quaisquer obras venerando canalhas, mas somente falo-ei dentro das leis democráticas, não à moda das esquerdas!

Anônimo disse...

Vamos fazer uma troca, já que acabaram com a tradicional Av. Castelo Branco, vamos agora acabar com esta excrecência deste memorial, aí fica 0 x 0 e todos ficam satisfeitos, ou será que estamos realmente sob uma ditadura?

CAPTAIN CAVEMAN disse...

Minha sugestão, é transformar o local numa UPA, assim terá uma utilidade melhor, do que homenagear um tirano, traidor e 5ª coluna, pois sempre fugiu da luta, a antiga URSS, é que deveria fazer um estatua para os dogs, fazerem xixi nos seus pés, caso não gostem da sugestão a gente explode, 15 quilos de explosivo plástico é suficiente.

Anônimo disse...

O melhor a fazer com esta porcaria é vender ao PC do B, creio que os comunas não se importariam de fazer uma vaquinha para comprar o prédio, já que gostam tanto, ou ao Correio do Povo, já que ele contem as sigals do Jornal, quem sabe trocar pelo prédio do Caldas Junior onde daria um belo museu para a cidade, o que não pode é a cidade pagar uma homenagem a um facínora assassino.

Anônimo disse...

Brasil: sempre na contramão da História! Não me admira que continuemos sendo o eterno "País do Futuro"!

Glauco Fonseca disse...

Perfeita abordagem, Políbio. Aquele prédio medonho servirá para que pulhas soviéticos como Prestes e Olga sejam perpetuados como algo verdadeiro e bom, quando tudo que representam é o mal e a mentira. Nos tempos de Google, não ficam de pé mitos vagabundos como essa gente.

Anônimo disse...

Bota uma escultura do Pedro Ruas pelado no mesmo lugar!!

Anônimo disse...

Este memorial é uma vergonha. Quem tem conhecimento sabe que Prestes foi um traidor da pátria (soldado russo), assassino e covarde.A arquitetura também é lamentável como a maioria das coisas do ON. Sempre abrutalhadas e "modernosas".Mas opino pela mudança de foco, para um memorial pelas vítimas de Prestes e da famigerada coluna e do comunismo. E que plantem muitas árvores ao redor do memorial, para disfarçar a falta de estética do prédio.

Anônimo disse...

Anônimo das 09:40 de 30/11/14.
Não pretendo discutir sua posição política. Não concordo com sua opinião de que "em estando lá e não prejudicando ninguém, é melhor deixá-la". Quem disse que ninguém se sente prejudicado ou ofendido ? O relógio dos 500 anos também estava no seu lugar e foi destruído. O nome avenida Castelo Branco também estava lá e foi substituído. Não sei porque não batizaram tudo de Pedro Ruas.

castrokkbr disse...

Teríamos que destruir os símbolos do Império, arrego ... povinho ...

castrokkbr disse...

Teríamos também que destruir os símbolos do Império também, arrego ... povinho ...