Renda continua subindo, mas vai perdendo fôlego com economia mais fria

Apesar da economia demonstrar desempenho mais lento desde o ano passado, os níveis de emprego e renda prosseguem mostrando musculação bastante razoável, mas apesar disto acendem luz amarela, porque é impossível que os indicadores todos não se compatibilizem.

. Esta reportagem assinada por Pedro Soares para a Folha, demonstra que com um menor dinamismo na oferta de vagas e reajustes salariais mais modestos, o rendimento do trabalhador mostra tendência de desaceleração e caminha para registrar seu pior desempenho dos últimos anos.
Leia tudo:

De janeiro a setembro, a renda nas seis principais regiões metropolitanas subiu num ritmo médio de 1,6%. Em 2012, o indicador fechou com alta de 4,1%, o melhor resultado, na ocasião, da série histórica da pesquisa do IBGE, iniciada em 2002.

. Nos últimos dez anos, o rendimento caiu apenas em 2003 (12,6%) e 2004 (1,2%), anos de recessão ou estagnação da economia.

. Depois disso, o crescimento da renda foi contínuo, segundo dados do IBGE agrupados pela Folha.

Neste ano, a economia desacelerada e a alta de preços, principalmente de alimentos, reduziu o poder de compra.

CLIQUE AQUI para saber mais.
CLIQUE AQUI para ler, também, análise de Rolf Kunz, "Pior que os números só o otimismo de dona Dilma".

6 comentários:

Anônimo disse...

A PIG insiste com essa balela já faz dez anos, mas sempre dá com os burros n'água, kkkkkk. Se preparem pra mais um mandato do PT

Anônimo disse...

Políbio,

Nesta semana começou o "choro" dos Clubes de Futebol.

Depois da irracionalidade de salários e contratações, entre 2012 e 2013, as noticias ruins começam a surgir.

A população esta deixando de ir aos Estádios/Arenas porque a inflação esta comendo o salário!!

JulioK


Anônimo disse...

NÓS SOMOS A VENEZUELA, LOGO, LOGO...BEM NA VERDADE O PT PEDE CONSELHOS PARA A VENEZUELA E PARA CUBA PARA TOMAR DECISÕES NO BRASIL.

Anônimo disse...

A inflação é que irá corroer o poder de compra do brasileiro e vai ajudar a não reeleição do PT. Tenham certeza disso. Meu medo é algo bolivariano/kirchnerista tipo controle de precos......o PT é louco pelo poder e é capaz de algo assim.

Anônimo disse...

O CC das 19:21 não tem o que reclamar, ganha uma bola preta do partidão para vir nos falar de "pig"...
Espera a escumalha do PT cair, quero ver o que o choque de realidade vai fazer com ele hehehehe.

Anônimo disse...

Se o preço de um produto sobe, você tem a opção de trocar de marca. Se uma roupa de "marca" está cara.

Mas produtos como água, luz, transporte público, planos de saúde,gás, o coitado do consumidor (explorado ). Não tem como escapar.

Zero Hora de hoje publica pesquisa informando que estes produtos subiram durante o plano real BEM ACIMA DA INFLAÇÃO.

Enquanto a inflação do período chegou a 260% alguns produtos como gás e telefone fixo subiram 914% e 924%.

Se sobre o preço do tomate (como aconteceu recentemente) eu parei de comer tomate. Mas sem água, luz, gás e telefone é difícil ficar sem...

Então vamos cravar o punhal nas costas (bolsos) dos consumidores.

E VIVA O BRASIL. O País do Futuro. (Gosto desta frase, sempre a ouvia quando era criança e hoje sou avô. Mas o Brasil continua sendo o "País do Futuro". Pelo andar da carruagem, acho que somos um país sem futuro).