Oposição aplica derrota inédita sobre La Loca na Argentina

Câmara de Deputados. 257 cadeiras. Eleição renovou 127 cadeiras. Oposição elegeu 80 deputados ou 63%. Frente para a Vitória de Cristina Kirchner elegeu 47 deputados ou 37%. Nova composição da Câmara de Deputados: Governo e aliados 130 deputados e Oposição 127 deputados.
Senado. 72 cadeiras. Eleição renovou 24. Frente para a Vitória de Cristina Kirchner elegeu 14 senadores ou 58% e Oposição elegeu 10 senadores ou 42%. Nova composição do Senado: Governo e aliados 42 senadores e Oposição 32 senadores.

A revista argentina "Notícias" desta semana diz que Cristina sofre há dois anos com arritmias que lhe provocam náuseas e podem levar a desmaios. Segundo a publicação, um dos tratamentos seria a colocação de um marca-passo.O cardiologista Daniel Magnoni, do HCor, diz que esse distúrbio no coração pode levar o paciente a apresentar uma arritmia mais grave e até uma parada cardíaca.

Os jornais argentinos informaram esta manhã que o  ex-chefe de Gabinete argentino Sergio Massa, líder da opositora Frente Renovador e candidato a deputado pela província de Buenos Aires, venceu as eleições legislativas neste domingo no maior distrito eleitoral do país, segundo os primeiros resultados da apuração oficial. Contabilizados 39,9% dos votos em nível nacional e 21,5% na província de Buenos Aires, Massa, atual prefeito da cidade na província de Buenos Aires de Tigre, venceu com 42,64% dos votos, 12 pontos acima de seu principal adversário político, o governista Martín Insaurralde, do governante Frente para la Victoria.

. Insaurralde, prefeito do município portenho de Lomas de Zamora, ficou em segundo lugar na província como cabeça de lista para deputados pelo FPV, com 30,88% dos votos.

. Em nível nacional, o partido mais votado foi o governista Frente para la Victoria, com 32% dos votos, seguido da força radical Unión Cívica Radical, com 26,02%, e a conservadora Propuesta Republicana, com 11,78%, enquanto a Frente Renovador de Massa ficou em quarto lugar com 7,84% dos votos.

. O pleito registrou uma participação de 78,80% em um dia no qual 30,5 milhões de argentinos foram convocados para votar para renovar metade das cadeiras da Câmara dos Deputados e um terço das do Senado.

4 comentários:

Anônimo disse...

La loca?? Sensaciona!

Aqui temos "La fea"...

Anônimo disse...

Os desatinos da La Loca já estão chegando á saúde!

Anônimo disse...

La Loca já era, gracias a Dios.

Anônimo disse...

Continua com a maioria na câmara e no senado, será que lá não é como aqui? trocam de partidos depois de fazer chantagem ao governo?