Governo Tarso bate boca com Joaquim Barbosa sobre piso do magistério.

As críticas do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, ao não pagamento do piso nacional do magistério pelo governo do Rio Grande do Sul causaram desconforto no Palácio Piratini, segundo informou esta noite o site www.zerohora.com.br Leia todo o texto:

No fim da tarde desta segunda-feira, o secretário estadual da Educação, Jose Clovis de Azevedo, concedeu entrevista para esclarecer que o governo não entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra o piso em si, mas contra o seu índice de correção, considerado impagável.

"RS não é um Estado pobre", diz Barbosa

A artilharia de Barbosa foi disparada durante a Conferência Global de Jornalismo Investigativo, no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira. Ao todo, seis governadores de diferentes Estados são os autores da Adin. O ministro afirmou que o tema já foi alvo de apreciação do STF, com decisão favorável à legislação.

Nós já julgamos, eu inclusive fui o relator, uma outra Adin contra a lei do piso. Foi uma proposição de vários governadores. O Supremo disse: 'A lei é constitucional. Os governos têm de pagar' — ressaltou.

Depois, o ministro criticou especificamente o governo do Rio Grande do Sul.

Alguns estados já pagam. Mas outros, surpreendentemente, alguns governadores dos quais não se esperava isso, se recusam terminantemente a pagar o piso, como é o caso, por exemplo, do Rio Grande do Sul, que não é um estado pobre — alfinetou Barbosa.

20 comentários:

Anônimo disse...

Pela lógica de Joaquim Barbosa o Rio Grande do Sul, por ser um Estado Rico, tem de pagar o piso dos Professores, já os outros cinco estados não. Perguntar não ofende: Yeda, do PSDB pagou o piso dos Professores? Resposta: não, entrou na justiça.

Anônimo disse...


VOTE EM RIGOTTO QUE O

PISO SERA PAGO.

Anônimo disse...

Reinaldo tem razão: JB desmoralizou o mensalão:

Pela primeira vez em muito tempo, Reinaldo Azevedo, blogueiro de Veja.com, acertou; em artigo publicado nesta segunda-feira, ele afirma que o discurso político de Joaquim Barbosa solapa a credibilidade do Supremo Tribunal Federal; "Não dá! Alguém imagina um membro da Suprema Corte dos EUA a especular sobre a própria candidatura? Ou da Alemanha? Ou da França? Ou aqui pertinho, do Chile? Isso é coisa típica, lamento constatar, de republiqueta, em que as autoridades não se dão conta do papel de que estão investidas e não prestam atenção ao peso que têm suas respectivas funções", diz ele; na prática, ao se colocar como presidenciável, Barbosa deixa no ar a dúvida: virou político agora ou já era quando conduzia o processo do chamado mensalão e fazia demagogia com a toga?

Abaixo, o texto de Reinaldo:

Os despropósitos de Joaquim Barbosa: ele admite pretensões eleitorais e ataca sistema político. Está tudo fora do lugar!

Não fosse um absurdo em essência, seria o caso de recomendar ao ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo e relator da, como é mesmo?, “Ação Penal 470” que não desse mole a mensaleiros. Como, no entanto, ele errou no mais, o menos vem de troco. Explico-me. Na sua intervenção no congresso promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), na PUC-Rio, ele confirmou que tem, sim, pretensões políticas, mas não para já. (...)

Jaco do Morro Belo disse...

E pelo jeito os professores vão continuar sem receber o piso. O Tarso deve ganhar a s eleições e ai continua tudo na mesma.

Anônimo disse...

"Alguns estados já pagam. Mas outros, surpreendentemente, alguns governadores dos quais não se esperava isso,"

que frase feia, hein?

então se o governador não fosse do PeTê poderia-se esperar que ele não pagasse o prometido, eh isso?

Anônimo disse...

Incrível é ver pessoas defendendo o calote nos professores, dando justificativas, apresentando razões para o não pagamento.
Para o anônimo que falou da Yeda, cabe lembrar que a lei é do sr TARSO, ou seja, fez a lei e não cumpre.
Belo exemplo esse senhor !

Anônimo disse...

Quem é Tarso? esse sujeito não serve nem para engraxar os sapatos do Joaquim Barbosa, vei te enxergar antes de abrir a boca seu faz de conta, homem que não cumpre nem o que escreve não deve ser levado a sério, e não adianta ser sério tem que parecer, duas coisas que vc não conhece e nunca vai conhecer pois vem de berço.



Eduardo Menezes

NEWTON disse...

Tarso, Tarso, onde é que tu estavas com a tua cabeça, quando deste o aval junto com o Lula, ao atual índice de reajuste do piso nacional do magistério? Em quem que tu miravas? E olha em quem que tu acertaste ( bem no meio da testa ).

Luiz Vargas disse...

O PeTralha de 14/10, 21h14min, como todo o ex-PeTi$ta, primeiro é covarde por se esconder por detrás do anonimato e depois é falacioso e ardiloso ao expor sua manifestação buscando engambelar otários.
Quem assinou a lei do piso, caro PeTralha?
Quem pariu Matheus que o embale! Quem pariu a lei do piso que a pague!
Aliás, esta lei foi criada pelo cérebro viperino e maquiavélico do peremPTório embu$teiro para ferrar com o GOVERNO de Yeda Crusius.
O peremPTório embu$teiro esqueceu uma regra básica, que todo bom estelionatário deve ter em mente, tudo que sobe, desce; tudo que vai pode voltar.
Prezado carrapato para$ita, volte para onde estavas ou seja volte a se agarrar no saco do peremPTório embu$teiro para fazer jus ao CC que recebes e não venha aqui vomitar falácias anonimamente.

Anônimo disse...

tarço quis detonar a Yeda, mas a bomba caiu em seu colo. Mente estreita, visão de curto alcance. Imagina jogar xadrez com essa naba?

Cesar. disse...

É algo inacreditável, o que esse PTista radical fez, e parece que é algo de gente louca ou tremendamente sem raciocinio, mas o tal de Tarso fez a lei para aterrorizar mais a Gov. Yeda, ele que calculou os rejustes que seriam dados, sempre para tumultuar a gov. Yeda, pois ele queria o lugar dela a fim de destruir o RS, conseguiu as duas coisas, e agora vem dizer que os indices de correção são impagáveis? Qual adjetivo que poderia ser enquadrado este embusteiro?

Anônimo disse...

A verdade é que o Estado "quebrou" faz muito tempo. Seja quem for o próximo governador a ladainha vai continuar.

Anônimo disse...

Correto Joaquim. Um estado que paga renda vitalicia e hereditária para cada um novo governador, não é pobre.

O que interessa a cada candidato é ganhar a eleição e cumprir o suficiente com o mando, depois é só festa.

Então, toda aquela roupa fofa é só pra esconder a grana.

Anônimo disse...

Quando foi aprovado a Lei a governante de plantão era nada -mas, nada-menos que Yedada Cruzes, do PSDB. Mas ela foi ESPERTA, ou seja, botou na justiça e nã pagou 1 centavo. Isso sim e "defit" ZERO, digo, nota ZERO de governo do PSDB.

JuhLemos disse...

Bem, não sei se rio ou se choro ao ler os comentários acima, afora algumas poucas palavras sensatas, saltam aos olhos uma ira quase que insana ao PT, como se ele fosse o primeiro e único partido político a cometer erros que foram ensinados e repetidos ano após ano por todos os partidos de direita e centro e que antes eram situação... A lei deve sim ser cumprida e já esta mais do que atrasado o seu cumprimento... Mas citar seu Rigotto ou dona Ieda como solução ou como bons aí sim fica claro que a preocupação não é com o "povo" e sim apenas partidarismo.
Juh Lemos

Anônimo disse...

Cai fora Juh, vai ler a Carta Capital e não nos encha o saco.

Anônimo disse...

Essa e de cabo de esquadra. O Petralha das 22:32 de ontem citando o Reinaldo de Azevedo para demonizar o Joaquim Barbosa. Morremos e nao vemos tudo, mas petralha dando razao ao Reinaldo Azevedo e demmmmaaaaaiiiiissss.

Anônimo disse...

Que esperar desse governo corrupto e sem vergonha na cara,
liderado pelo PT?

Anônimo disse...

Realmente,vejo que o Pai do piso do Magistério, senhor Tarso Genro é pai desnaturado, pois rejeita seu filho após conseguir seu objetivo que era eleger-se. E mais, senhor governador, gaúcho de verdade honra os fios de seu bigode. Cumpra a lei que o senhor criou e pague o piso ou foraaaaaa Tarso já. Não menospreze nossa inteligência, nossa arma é o voto.Mesmo que não façamos greve, as urnas responderão por nós. Mas, senhor governador ainda tens chance de reverter a situação, pague o piso, pague o auxílio, alimentação, em fim cumpra suas promessas de campanha.

E.E.M.Pedro Meinerz disse...

tarso mentiroso