Cinco centrais sindicais, inclusive CUT, marcam greve geral para o dia 11. Redes sociais convocaram paralisação do País para o dia 1º.

Os jornalistas do site www.uol.com.br informaram há pouco que em reunião na manhã desta terça-feira (25), as centrais sindicais definiram o dia 11 de julho como data para os protestos que farão em todo o país. Eis o que informou o site, que pertence a O Globo e Folha:

"Será um dia nacional de luta com greves e manifestações em todos os Estados", disse o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva. "Vamos parar contra a inflação e para pedir também mudanças na política econômica do governo." Conforme a Folha antecipou na edição desta terça-feira, as cinco centrais sindicais decidiram realizar os atos para pedir a retomada das negociações da pauta dos trabalhadores, aproveitando a onda de protestos que vêm pedindo qualidade no transporte público e contrários ao aumento das tarifas.

. Na pauta das centrais sindicais estão o fim do fator previdenciário, a redução da jornada de trabalho para 40 horas e o projeto de lei que permite ampliar a terceirização. Também estão na pauta o direito de greve dos servidores e o fim das demissões imotivadas para diminuir a rotatividade de empregos. Essas duas últimas reivindicações se referem às convenções da OIT 151 e 158.

. A reunião durou cerca de duas horas e participaram dirigentes das cinco centrais reconhecidas pelo governo: Força, CUT, UGT, CTB e Nova Central, além de CSP-Conlutas e CGTB.

. As centrais querem mais recursos em educação, saúde, transporte e segurança.


- As manifestações não são vinculadas à greve geral que está sendo marcada pelas redes sociais para o dia 1º de julho.

16 comentários:

Anônimo disse...

Como sempre os sindicatos de parasitas e pelegos querem se aproveitar do povo pra exigir mais parasitismo e rombos nos cofres públicos.

Anônimo disse...


Os sindicatos pelegos querem de apoderar do movimento popular.

Não representam mais ninguém, a não ser a diretoria pelega que se refestela com o imposto sindical do qual não prestam contas.

Anônimo disse...

Assim como os manifestantes expulsaram o rebanho petista e esquerdo-putrefatos dos protestos, deveriam agora é banir toda essa vagabundagem sustentada com o dinheiro dos contribuições e impostos sindicais.

ONDE É QUE ESTAVAM ESTES PULHAS IMPRESTÁVEIS E PARASITAS NOS ÚLTIMOS 12 ANOS DE DINASTIA EMBUSTEIRO-VIGARISTA ???

Anônimo disse...

Me recuso a aderir a esse peleguismo nojento. Não é o meu chefe o culpado por esse governo canalha que está aí nos atrasando. Ao contrário, se não fosse os impostos escorchantes muito mais gente seria contratada e receberia mais dinheiro para movimentar a economia.
FORA PELEGOS SINDICAIS!!!!!!!!

Anônimo disse...

Soa estranho esta greve, vindo de onde vem.
Li que os sindicalistas fizeram rasgados elogios à governANTA por conta desse golpe chamado plebiscito.
Tem truta aí! Já vejo sinais de manipulação dos terroristas do Foro de São Paulo.

Anônimo disse...

UÉ! TÃO VIRANDO O COCHO!

Anônimo disse...

Já é hora de acabar com a contribuicao sindical obrigatória de um dia de servico dos trabalhadores para sustentar essa corja que nao faz nada por quem trabalha.

Anônimo disse...

Essa história já passou antes de 1964,quem não viveu à época está tendo um aperitivo.Começa assim depois piora e os pseudos democratas não sabem como conter.

Anônimo disse...

A pelegada mostrando serviço. hahahah

Anônimo disse...

Tutti chapa branca.

Anônimo disse...

Quanto mais demorarem para combater a inflaçao, mais dolorosas serão as medidas quando forem adotadas.

Anônimo disse...

12(doze) anos depois essas centrais sindicais, pelegas, amigadas com o poder petralha, agora querem pegar carona nos protestos do jovens nas ruas. Um pedido eu faço a vcs jovens,,,, não se misturem com esses pelegos do governo.

Anônimo disse...

CAMBADA DE PELEGOS DO CARALHO !!!!!!

Anônimo disse...

Cuidado com a CUT. São pelegos e estão agindo com a intensão de tomar conta do movimento para salvar o couro dos petistas, especialmente do grande embusteiro LULA, que é o maior responsável pelo descalabro que se encontra o Brasil.

Anônimo disse...

Já foi o tempo da cut, ninguém quer saber de aproveitadores de operarios, agora é com a juventude. Com certeza se os jovens administrarem o país haverá menos corrupção.


Eduardo Menezes

Teresa disse...

Sempre ouço falarem mal dos Sindicatos, mas são eles que nos representam, agora na verdade se eles melhoram ou pioram dependem de cada um de nós!
Você sabe reivindicar?
Vai a luta?
Cobra dos Sindicatos?
Então não reclame seja inteligente!!!