Dilma quer definições do PMDB sobre papel que jogará na Câmara

É verdadeiro o noticiário de que a presidente Dilma Rousseff procurará definir um padrão uniforme de procedimento para as ações do PMDB dentro da Câmara dos Deputados, porque ela teme que o líder Eduardo Cunha cumpra sua promessa de mover “crise em cima de crise” para os interesses do governo, caso o Planalto não melhore sua interlocução com o Partido.

. Dilma Rousseff estaria disposta a um “tudo ou nada”.

. O PMDB já se prepara para dar tranquilidade ao governo e para isto instalou o presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães, Eliseu Padilha, ao lado do gabinete do vice-presidente Michel Temer, encarregado de azeitar os interesses do Planalto junto às bancadas do Partido na Câmara e no Senado. Eliseu Padilha será uma espécie de delegado do governo Dilma Rousseff dentro do Partido.

- O Planalto quer que cada Partido da base indique alguém para fazer o trabalho que Padilha fará dentro do PMDB. 

Um comentário:

Anônimo disse...

E assim o velho e guerreio PMDB está indo ladeira abaixo. Não consigo entender o PADILHA se vender deste jeito para o PT, Alguem vai ter que explicar o que está acontecendo com o PMDB.