Avicultura avisa que frete custa mais caro do que o alimento das aves

* Clipping Denise Nunes, O Sul

Pelo visto, está difícil a vida na avicultura. Se no ano passado o problema foi o preço do milho e da soja, insumos para as rações, a preocupação que toma conta do setor agora é o custo do transporte dos grãos. A questão foi levantada na Expodireto Cotrijal pelo presidente executivo da Ubabef (União Brasileira de Avicultura), Francisco Turra. "Conversei, no evento, com produtores de milho de Sorriso [MT] e eles informaram que a segunda safra desse grão será excelente. Porém, enquanto irão receber R$ 13,00 por saca do produto, vão gastar R$ 18,00 por saca para transportar até o Sul do País, onde se concentra a produção avícola. Ou seja, os custos de logística e fretes vão tirar o brilho de uma grande safra brasileira de milho", destacou Turra, alertando que o quadro pode desestimular o plantio da próxima safra. O dirigente lembrou que os gargalos de infraestrutura foram alvo de um documento com 70 propostas do setor, há dois anos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Se tivéssemos trens isto nao aconteceria...

Luiz disse...

O Turra está mais por fora do que batata de porco: O frete da região de Sorriso até o Rio Grande do Sul está em torno de 10,00 reais a saca de 60 kg

Anônimo disse...

Mas não se preocupem que agora os petralhas resolveram investir em ferrovias. Nunca antes neste país. E eles estão no governo há mais de dez anos. Eles vão fazer o Trem Bala também, que tem muito dinheiro sobrando. Já as rodovias eles vão acabar com todos pedágios e serão as melhores do mundo.
Quem viver verá.

Anônimo disse...

FORÇAS GRAVITACIONAIS DE MERCADO

Logo o mercado produtor de aves será ativado na fonte da produção da ração,seja 10,00 ou 18,00 a saca,pois os petralhas em governos devido a cegueira que mandou embora a FORD e CENTENAS de MEGAEMPRESAS,não tem condições cerebrais de perceber.
OU OS PRODUTORES DAQUI IRÃO PARA LÁ, OU NOVOS SURGIRÃO LÁ.
(SE LÁ SE CRIA NO MÍNIMO O DOBRO DE FRANGOS COM O MESMO CUSTO DAQUI, OU MENOS,me desculpem escrever esta obviedade)