O PT de Rosemary - Agora é o chefe da quadrilha quem ameaça contar tudo

* Clipping Brasil 247
Chefe da quadrilha de venda de pareceres técnicos, o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Rodrigues Vieira ameaça contar detalhes do esquema e envolver gente “mais graúda” no escândalo revelado pela Operação Porto Seguro, que também derrubou a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha. 
Em troca, ele espera obter redução de pena, caso seja condenado.
A mudança de estratégia faz parte da nova defesa de Vieira, que trocou o advogado Pierpaolo Bottini por Michel Darre.  
O ex-diretor da ANA foi indiciado pela Polícia Federal por crimes de corrupção ativa, falsidade ideológica, falsificação de documento particular e formação de quadrilha. Ele e o irmão Rubens deixaram a prisão no último dia 30, beneficiados por habeas corpus.
Ao lado de Rosemary Noronha, eles também são suspeitos de lavagem de dinheiro para ocultar bens adquiridos de forma ilícita.
O caso já derrubou o marido de Rose, José Cláudio de Noronha, do conselho da BrasilPrev e a filha Mirelle da Agência Nacional de Aviação Civil. José Weber Holanda, até então braço direito do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, também deixou o cargo após revelações de envolvimento com Vieira para ajudar o ex-senador Gilberto Miranda em processos de duas ilhas: a de Bagres, em Santos, e a de Cabras, em Ilhabela. 
O Planalto teme que novas repartições sejam envolvidas. Recentemente, um depoimento de Marcos Valério, em que denuncia o envolvimento do ex-presidente Lula no mensalão, foi divulgado. A presidente Dilma saiu em sua defesa. 
CLIQUE AQUI para ler tudo.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Planalto teme coisa nenhuma. Ou alguém acha que eles não sabiam do que estava acontecendo. Conta outra...

rrrrrrrrrrrrrrrrrrr disse...

TÁ FALTANDO VENTILADOR PARA TANTA MERDA
ou
muita merda para pouco ventilador