Ministro do STF diz que se Lula "ainda fosse presidente", comportamento seria para "impeachment"

Celso de Mello, decano do STF, reagiu com acidez à notícia de que Lula pressiona ministros do tribunal para adiar o julgamento do mensalão. “Tentar interferir dessa maneira em um julgamento do STF é inaceitável e indecoroso”, disse ele. “Rompe todos os limites da ética". "Se ainda fosse presidente da República, esse comportamento seria passível de impeachment por configurar infração político-administrativa, em que um chefe de Poder tenta interferir em outro”, acrescentou Celso de Mello.

. O ministro falou ao reporter Rodrigo Haidar, da revista eletrônica Consultor Jurídico. Referia-se ao encontro que Lula teve com o colega Gilmar Mendes, em 26 de abril, no escritório do ex-ministro Nelson Jobim, em Brasília.

. Nesse encontro, segundo relatou Gilmar à Veja, Lula fez lobby em favor do adiamento da decisão do Supremo sobre o mensalão para depois das eleições municipais de outubro. Em troca, insinuou que poderia oferecer proteção ao interlocutor na CPI do Cachoeira.

. Já o ministro Marco Aurélio afirmou que pressão sobre um ministro do Supremo é “algo impensável”. Marco afirmou que não sabia do episódio porque o ministro Gilmar Mendes, como afirmou a revista Veja, tinha relatado o encontro com Lula apenas ao presidente do STF, ministro Ayres Britto. Mas considerou o fato inconcebível. “Não concebo uma tentativa de cooptação de um ministro. Mesmo que não se tenha tratado do mérito do processo, mas apenas do adiamento, para não se realizar o julgamento no semestre das eleições. Ainda assim, é algo inimaginável. Quem tem de decidir o melhor momento para julgar o processo, e decidirá, é o próprio Supremo”.

19 comentários:

Anônimo disse...

Isto é um comportamento de MAFIOSO, o juiz G.Mendes deveria ter dado voz de prisão no ato, seria um ato patriótico, higienizando um pouco esta nossa política que esta matando pouco a pouco a frágil democracia no BRASIL.

Paulo Rocha - Eldorado do Sul disse...

Apesar de a democracia estar sendo currada, no final, tudo ficará por isso mesmo, exceto pelo fato de que a vontade de Lula prevalecerá e o julgamento do Mensalão será protelado, além de que os adversários políticos serão sangrados quase até a morte na CPI do Cachoeira

Anônimo disse...

Os Ministros Marco Aurélio de Melo e Celso de Melo disseram falaram na condicionante "se isso ocorreu" - "se isso é verdade".

Porque Gilmar Mendes tem que ter razão "a priori". Se tem duas pessoas conversando qualquer uma pode estar mentindo.

Não ofereceram nem o " benefício da dúvida" ao ex-presidente lula, trataram de julgado de pronto.

Mas o caso é mais sério. A única testemunha da conversa Nelson Jobim disse que "não houve essas insinuações", ou seja, por tabela chamou Gilmar mendes de "mentiroso". E olha que Nelson Jobim é insuspeito.

È claro que o Blog e a grande mindia não vão publicar o "desmentido" de Nelson Jobin, mas não equeçam "existem outros meios de comunicação que estão divulgando" e as pessoas não ficam adstritas a uma única opinião (vontade).

É ai que a gente ve a seriedade das pessoas. Uma coisa é ter opinião, que é justo. Outra coisa é "ouvir os dois lados da história".

Quem quer ter "credibilidade" de todos que se proponha pelo menos não maquiar a noticia.

Mordaz disse...

O ministro está errado. Mesmo não sendo presidente ele ameaçou o Ministro do STF com o poder que ele tem na CPI comandada por petralhas.

Anônimo disse...

O que esperar de um sujeito que tem como objetivo o aniquilamento das instituições e o poder absoluto ?

Surfista Prateado disse...

Isso vai dar em nadica de nada. Se comandar o mensalão não deu, se essa titica de galinha vai dar. Que perda de tempo...

Anônimo disse...

O voto é uma arma. Nossa política é o espelho do nosso voto. Não sei como alguém pode dar voto a um traste como Lula. Esse inútil sem moral não conseguiu ser nem um bom operário, como poderia ser Presidente da República? É culpa nossa!!!

Gilmar Moschem disse...

O Petralha Anônimo das 12:32 está errado como sempre.A imprensa divulgou o desmentido de Nelson Jobim, porem este ao falar alem de demonstrar total insegurança do que dizia, se contrariou ao dizer que o min.foi lá por acaso e depois que havia agendado a uns 3 dias.Ademais Jobim arquitetou o encontro e foi pego por cara com CULHÕES MAIOR QUE ELE>GILMAR MENDES
O que o STF tenque fazer é determinar a urgente PRISÃO DE LULA pois nunca na história destepaiz alguem afrontou tanto o judiciário.

Alberto disse...

A lama está chegando no sapo barbudo do "eu não sabia"!

Anônimo disse...

O anônimo das 12:32 chegou de Marte, só pode.

Até o Google tempos atrás apontava para a biografia de Lula na Wikipedia quando se digitava no buscador a palavra "mentiroso".

Nelson Jobim, insuspeito???

1) Foi Ministro de Lula;
2) Alterou lei da Constituição de 1988 sozinho.

Gilmar Mendes é um homem que chegou ao STF por meritocracia, e sabidamente é de personalidade forte.

Até Joaquim Barbosa foi falar para ele o que quis e ouviu o que não quis.

Entre um estelionatário mentiroso e corrupto como Lula e um jurista como Gilmar Mendes, só quem é muito alienado ou ainda tem 15 anos para ficar com o 1º.

Anônimo disse...

Não existe no caso o 'benefício da dúvida'. Lula SEMPRE mentiu e enganou os brasileiros. Quem não percebeu isso nos longuíssimos 8 anos do Bebum, está mal, muito mal.

Clóvis disse...

Anônimo das 12:32. Jobim insuspeito? Essa agora. Um cara que macula uma Constituição, inserindo e/ou suprimindo dispositivos na calada da noite, pode ser considerado insuspeito? Ora, faça-me o favor.

Anônimo disse...

Acho que ele deseja ser solidário ao Zé Dirceu, também está querendo ser preso !

Anônimo disse...

Já dá prá pensar que o sapo barbudo nem doente não está.

Está insinuando que está doente prá todo mundo ter penhinha dele.

Se estivesse doente, cuidaria da sua saúde e nem se envolveria nestas coisas todas.

Conseguiu enganar todos, novamente!!

Anônimo disse...

Esse Celso de Melo é um grande valente. Onde ele estava quando ocorreu o mensalão em 2005 (crime eleitoral confessado e provado por Duda Mendonça em sessão aberta do Congresso?). Se na época o corajoso juiz do STF deixou passar o impeachment, porque agora se mostra tão indignado..... Vai dar em nada.
Ave Lula! Imperador Invencivel do Brasil!


Ricardo2

Anônimo disse...

Que o câncer genético acabe com o câncer ambulante e rasteiro, que faz pouco deixou de ser presidente do bananão.

Ô, criatura nojenta e asquerosa ! Que seja consumido logo pela doença, ou acaba com o país, esse verme ...

Anônimo disse...

JOBIM INSUSPEITO? O CARA ALTEROU POR CONTA PRÓPPRIA A CONSTITUIÇÃO...

LULA O MAIOR MENTIROSO QUE TEMOS NOTICIA...

JOBIM ARMOU, NÃO DEU MUITO CERTO, PERDE O BRASIL, POIS SE PRENDER LULA, O "PAPA" DA SEITA PETRALHA, OS "CRENTES" TOCAM FOGO NO PAÍS,É MELHOR QUE APODREÇAM DEVAGARINHO.

LULA ESTÁ DOENTE É DE NÃO ESTAR NA PRESIDÊNCIA E MONTAR EM TODOS.

O PAÍS NÃO TEM REFERÊNCIAS, Não percebe,LULA SABE DISSO E FAZ O QUE QUISER...

Anônimo disse...

Nelson Jobin foi noemeado Ministro do STF por Fernando Henrique Cardoso, assim como nomeou o Ministro Gilmar Mendes. E mais, só saiu do governo Dilma porque votou em José Serra. Por isso insuspeito.

Anônimo disse...

ESSE JUIZES DO STF FALAM QUE VÃO FAZER E ACONTECER, MAS NA VERDADE SÃO UNS KAKÕES.