Comissão do novo Código Penal aprova decisão absurda, comparando homofobia a crime hediondo do racismo

- A nota a seguir demonstra como simplesmente o Brasil se tornará o paraíso de homossexuais, sobretudo quando ocorrer a morte completa das famílias normais e dignas, com cirurgias de todo o tipo e privilégios para gays e lésbicas e pensões à vontade pagas pelos contribuintes - quem reclamar pega até cinco anos de cadeia. Algo impensável em qualquer país do planeta. Igualar ao crime de racismo é saída esperta desta minoria, quando um assunto não tem nada a ver o outro. Racismo sempre foi crime hediondo.
A maioria do Brasil nem sabe do que está se passando, como sempre, e pode ser escorchada, pagar a conta e ainda ir para a cadeia.

NÁDIA GUERLENDA
DE BRASÍLIA

A comissão de juristas que discute a reforma do Código Penal no Senado aprovou nesta sexta-feira a proposta que criminaliza o preconceito contra gays, transexuais e transgêneros.
A proposta também criminaliza o preconceito contra mulheres e baseados na origem regional (contra nordestinos, por exemplo). Estas modalidades de preconceito, assim como a homofobia, ficam igualadas ao crime de racismo, que é imprescritível e inafiançável.
Isso significa que, se a proposta virar lei, quem for acusado dos crimes de preconceito pode ser processado a qualquer tempo e, preso provisoriamente, não pode ser solto após pagar fiança.
O texto, que ainda precisa ser votado pelo Congresso, determina alguns comportamentos que serão considerados crimes, caso sejam motivados por preconceito. Entre eles estão impedir o acesso de alguém em transporte público, estabelecimento comercial ou instituição de ensino e a recusa de atendimento em restaurante, hotel ou clube.
A proposta também criminaliza o ato de impedir o acesso a cargo público ou a uma vaga em empresa privada, e demitir ou exonerar alguém injustificadamente, baseado no preconceito. Dependendo da gravidade, o acusado que for funcionário público pode perder seu cargo.
A veiculação de propaganda e símbolos preconceituosos, inclusive pela internet, também foi criminalizada.
A pena prevista para todas as modalidades de crime vai de dois a cinco anos de prisão, e pode ser aumentada de um terço até a metade se for cometida contra criança ou adolescente.


NOVO BIER MARKT - Chegou o Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). 

20 comentários:

Anônimo disse...

Vai ser uma festa ! O gay se candidata a um emprego, não é aprovado, entra com uma ação dizendo-se discriminado e pronto, tá o sujeito lascado. Em breve será muito perigoso ser branco, homem, hetero e católico. Seremos perseguidos na ruas. Falta pouco.

Luiz Ely disse...

Nosso Brasil é o país das minorias, sempre em detrimento das maiorias. Privilegiam-se os ecologistas em prejuízo dos agricultores, privilegiam-se os índios em prejuízo de agricultores e pecuaristas, dá-se terra e cesta básica para assentados e tiram-se incentivos para a agricultura e pecuária. Enquanto isso, crianças esfomeadas mendigam pelas ruas, usuários de crak proliferam nas calçadas e as vilas multiplicam-se. Já alguns, preferem a midiática proteção à pederatia.

André disse...

ENOJANTE!!!!! Agora contar uma piada pode ser o princípio de um crime!!!!Só neste Brasil dominado pelo asqueroso politicamente correto e manipulado pelas " minorias"..e o povão que se f..........!

Anônimo disse...

Está chegando o dia em que sentiremos medo de ser de pele BRANCA, HETEROSEXUAL, HONESTO e TRABALHADOR.

Anônimo disse...

Depois eles não entendem pq a maioria da população odeia esta gente. E vai odiar ainda mais.

Isto tudo, estas iniquidades, acabarão em revolução, eu não tenho dúvida disto. Quando o estado aparelhado governa para minorias a revolução é coisa certa; pior que nas revoluções o que se empossa é o outro extremo.

Acho que tudo se encaminha para uma guerra cívil neste país. Os homens de bem do país contra os sindicatos, políticos, funcionalismo público, juristas e estes grupelhos de drogados e homossexuais.

Anônimo disse...

Ihhh, será igual as cotas, tendo branquelo se dizendo escurinho e poder mamar na teta.
Vai ter machinhos se dizendo gays e pra as mulheres é só dar uns selinhos que já serão lésbicas, mesmo que no escurinho gostem dos machões. É isso?

Mordaz disse...

Este é o mundo petralha, o pacote que o povo elegeu elegendo Lula, dos direitos humanos desiguais. Nem todos terão os mesmos direitos. Mentira científica virou dogma de fé. Como no nazismo.

Ricardo Rodrigues disse...

Acredito que essa medida seja válida como forma preventiva. Para pessoas que sofrem preconceito há décadas não tem a menor graça ouvir piadas, quanto mais sofrer preconceito na própria pele, no caso de agressões.

É preciso bom senso de ambas as partes, aqueles que odeiam homossexuais, como observei aqui nos comentários, e os que são alvo desse preconceito, para não processar multidões por algo não tão significativo.

Quem não age com preconceito não tem por que temer essa iniciativa.

Surfista Prateado disse...

Ainda teremos que postar um vídeo no Youtube tendo relações sexuais com alguém do mesmo sexo para não sermos presos por homofobia. E não duvide que tenha que ser para um afrodescendente para provar que não é homofóbico e racista... País de merda.

Anônimo disse...

Interessante ver gente defendendo o direito de expor preconceito. Para quem fala de privilégios, basta lembrar que há muito tempo é crime demitir alguém por sua crença religiosa.

Ou seja, se eu demitir um funcionário por descobrir que ele é católico, também é crime, e vocês nunca reclamaram disso.

Anônimo disse...

Que assustador ver tanta gente burra reunida.

Luiz Ely: agricultores em detrimento dos índios que são minoria? Rapaz, todo agricultor, indiretamente, roubou a terra do índio. Deixa de ser retardado.

Anônimo disse...

Os pederastas vão ter orgasmos no dia em que começarem a fechar igrejas cristãs quando a perseguição religiosa começar.

Sim, porquê o verdadeiro objetivo oculto destas medidas idiotas como leis para privilégio de pederastas e lésbicas, desarmamento civil, liberação de drogas e aborto é a implantação da Nova Ordem Mundial.

A igreja é o último obstáculo a ser removido.

Os idealizadores da NOM estão se lixando para os drogados, pederastas e os cidadãos em geral.

Querem é o caos social e espiritual, pois assim é mais fácil subjugar a massa bovina.

Anônimo disse...

E viva a rosca queimada...

eduardornelles disse...

Teria que haver crime por ignorância também. Essa lei não pretende privilegiar ninguém. Ela pretende igualar uma minoria discriminada. Claro que vão ter pessoas que vão usar isso pra se dar bem, assim como HÉTEROS também fazem. Gays pagam impostos, trabalham, e merecem ter direitos iguais também. Fazer piada não está englobada nessa lei, mas PRA QUEM LEU, fala sobre ser barrado em lugares privados, ser demitido por preconceito, etc. Antes de julgar, tentem pensar como o outro vive, tentem se imaginar na mesma situação. Os gays não querem nada mais do que viverem uma vida tranquila, sem medo de serem espancados em cada esquina ou esculachados pela sociedade.

Anônimo disse...

"Racismo sempre foi crime hediondo."

Na época da escravidão também?

Anônimo disse...

O direito a propriedade privada é inato de uma democrracia. Ninguem, eu disse ninguem tem o direito de forçar uma entrada em qqr lugar privado sem o consentimento de seu proprietario. Seja em sua casa, empresa ou qqr outro lugar onde quem manda é seu proprietario e onde terá suas regras. Concordo q a discriminação pode ser considerado crime hediondo, porem, respeitando a individualidade de cada cidadão.

Anônimo disse...

O que me dá medo são os comentários aqui. Quanta raiva desnecessária. Vão tomar um chá de camomila...

Anônimo disse...

Na verdade não precisaria de lei se as pessoas fossem concientes e educadas, mas do jeito que está e pelos comentários que se ve, nnão tem outro jeito.

Hoje falam mal, desdenham, caluniam, injuriam, difamam e não dá nada. Amanhã essas mesmas pessoas matam gays, negros e indios e esmoleiros, como alias, vem ocorrendo nas grandes cidades.

E o poir que a maioria tem curso superior. E acham que são os reis da cocada.

Anônimo disse...

O anônimo das 14:15 impressiona pela sua ignorância.

Deveria ser estudado pela Psiquiatria e pela medicina.

Marcelo Serrano disse...

Engraçado que a maioria que é toda valentona aqui posta como anônimo.
Você emitir sua opinião preconceituosa e machista como anônimo é fácil.
Mostrem a cara e banquem a valentia de vocês!

Gente em pleno 2012 chamando gays de "pederastas".
Em que mundo esse povo vive?
Por essas e outras que deve sim ser aprovada essa e muitas outras leis contra preconceito.
E como foi dito, já que as pessoas não tem educação e bom senso pra viver em sociedade e respeitar diferenças, tem-se de criar leis pra que, quem sabe, isso aconteça!