Este editorial lido por Augusto Nunes vai entrar para a história da imprensa livre

 Foi ontem a noite.

17 comentários:

Anônimo disse...

Nunes piauizou a piaui e mandou a dupla olhar seus próprios rabões, antes que a inveja as matem!

Anônimo disse...

Chinelagem em NY
Bolsonaro na ONU: falta de carro, caminhada e perda de reunião expõem tensão entre Planalto e Itamaraty
Presidente precisou fazer parte do trajeto a pé até que conseguisse entrar em veículo do

Anônimo disse...

Chinelagem em NY
Bolsonaro na ONU: falta de carro, caminhada e perda de reunião expõem tensão entre Planalto e Itamaraty
Presidente precisou fazer parte do trajeto a pé até que conseguisse entrar em veículo do

Anônimo disse...

Imprensa livre para se locupletar com ativismo canalha?
Distorcer inventar narrativas?
Tão pagando o preço. A montanha dos sete abutres...

Anônimo disse...

Quem é augusto nunes?

Anônimo disse...

Enquanto isso... diz lá embaixo:
"Por 4 x 3, TSE decide que Lula pode chamar Bolsonaro de "genocida", "fascista" e "mentiroso"
-- Em compensação, Bozo poderá chamar o Lula de "lindão", "gostosão", "fofura".. que o TSE também irá permitir.
-- Elas por elas.
O TSE é imparcial!!!

Anônimo disse...

A Folha deixou de ser lixo. VIROU LATRINA. Jornal q deseja a morte do presidente, q criou o DESPIORANDO - trata-se de latrina fétida. É o fim de uma empresa q enveredou para o banditismo mais execrável q existe. Pagará muito caro.

Anônimo disse...

Hahaha vai lá chorar para o Google.

Essa gente adora vangloriar o liberalismo e livre mercado.

Pois bem, agora os jornalistas estão para o YouTube da mesma forma que os motoristas estão para a Uber.

Se achar ruim, desenvolva seu próprio aplicativo.

Anônimo disse...

São capazes de tudo:

https://www.facebook.com/paolo.zanotto.39/videos/3281938218711348/?sfnsn=wiwspmo

https://www.facebook.com/100005140236442/posts/pfbid031pxVLBa6

Anônimo disse...

Tebet diz que caciques do MDB que apoiam Lula sempre estiveram envolvidos em corrupção.
Ao participar do Programa do Ratinho, no STB, na noite desta terça-feira, ela afirmou que esses correligionários sempre estiveram “do lado de lá da história”.
Na lista de dissidentes da legenda estão os senadores Renan Calheiros (AL) e Eduardo Braga (AM), assim como o ex-presidente do Senado Eunício de Oliveira (CE), entre outros.
Comento:
A Simone Tebet é digna? Encarnou o demônio quando da CPI do Circo e defendeu o indefensável. Não conheço uma mulher que, conhecendo a sua atuação vota nela. Aliás, ela poderia começar dentro da própria família, com a mãe recebendo pensão de governador, quando o pai foi substituto de governador por menos de seis meses.

Anônimo disse...

Ótimo, excelente! Essas ações da Folha e revista Piauí se resumem em uma única palavra: despeito. E com certeza o grupo JP vai crescer mais ainda porque trabalham levando a verdadeira informação à população farta de tanta mentira, de tanta enganação. Pior para a Folha e Revista Piauí que perde cada vez mais a credibilidade.

Anônimo disse...

NA HORA "H" OTAIS PATRIOTAS, FOGEM DE MEDO....OS DAQUI SÃO CORAJOSOS? IRIAM SE ALISTAR PARA A GUERRA?

Anônimo disse...

Enquanto isso...........................................

Exclusivo: associação de Malafaia é condenada a pagar 25 milhões:

21.09.22 - O Antagonista

Conselho de Recursos Fiscais rejeitou recurso da Associação Vitória em Cristo, fundada pelo pastor bolsonarista; auditores apontam uso irregular de doações

O caso se arrastava no Carf desde 2018. De acordo com os autos do processo administrativo, obtido por O Antagonista, “a imunidade que a contribuinte usufruía, relativamente ao ano-calendário de 2010, foi suspensa por meio do Ato Declaratório Executivo nº 41/2015 publicado em 11 de maio de 2015”.

A suspensão foi decidida após a fiscalização constatar que a Avec violou dispositivos da Lei nº 9.532/1997, que garante isenção tributária a instituições de educação ou assistência social, desde que cumpridos alguns requisitos — como não remunerar dirigentes e aplicar integralmente seus recursos na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais.

“Em síntese, a fiscalização concluiu que a contribuinte teria remunerado dirigentes da associação; aplicado recursos em desacordo com os objetivos sociais da entidade; e deixado de recolher imposto de renda retido na fonte de diversos pagamentos de forma a contribuir para que terceiros praticassem ilícitos fiscais.”

Anônimo disse...

Enquanto isso...............................................

Autor de impeachment de Dilma anuncia apoio a Lula no 1º turno:

21.09.22 - O Antagonista

Miguel Reale Júnior alega que voto é necessário para "impedir ação desesperada de Bolsonaro"; Janaína Paschoal, que coassinou pedido, diz que já esperava

Autor do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff em 2015, o advogado e ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior anunciou nesta quarta-feira (21) apoio a Lula no primeiro turno da eleição presidencial deste ano, informa o Estadão.

“Sem perspectiva de vitória da Terceira Via, é importante que Lula vença no primeiro turno, para se impedir ação desesperada de [Jair] Bolsonaro”, declarou Reale em mensagem enviada ao jornal paulistano.

“Decidir por Lula é consequência de saber que assim se evitará ataques à democracia, à dignidade da pessoa humana e ao meio ambiente, que, com certeza, sucederão com maior intensidade em novo mandato de Bolsonaro”, acrescentou o ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso.

Procurada pelo Estadão, Janaina Paschoal, que assinou com Reale o pedido de impeachment de Dilma disse que “já imaginava” que o advogado seguiria por esse caminho.

“Pela resistência do professor em ingressar no processo de impeachment e pelos pleitos que fez para eu desistir, eu já imaginava que ele fecharia com Lula”, declarou a deputada estadual e candidata ao Senado.

Anônimo disse...

Enquanto isso......................

CNJ vai investigar juíza bolsonarista que atacou STF:

21 set 2022: DCM

A corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai investigar a conduta da juíza Ludmila Lins Grilo, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, pela participação em evento com conotação política, ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e divulgação do canal do bolsonarista Allan dos Santos.

Com a decisão, Ludmila terá que apresentar a defesa em 5 dias. Depois, o conselho deve analisar se cabe punição contra a juíza ou não.

O CNJ já encaminhou ofício para o ministro do STF, Alexandre de Moraes, por Allan dos Santos ser investigado no inquérito das fake news, do qual Moraes é relator. O conselho também comunicou o TJ-MG sobre a decisão.

O CNJ proíbe manifestações como a da juíza durante o período eleitoral. Também é proibido o magistrado associar sua imagem profissional a pessoas ou entidades que defendam e colaborem para a deterioração da Justiça Eleitoral.

O ministro Luís Felipe Salomão, corregedor do CNJ, afirmou que, “além de aparentar desrespeito à ordem do Supremo, pode configurar até mesmo crimes tipificados no Código Penal”.

Segundo a decisão do CNJ, a juíza publicou ataques nas redes sociais “com o propósito, entre outros, de externar juízo depreciativo sobre decisões proferidas por órgãos de cúpula do Poder Judiciário”, comportamento que “em princípio, pode ter violado deveres funcionais inerentes à magistratura”.

A determinação defende que a conduta da juíza “pode, em princípio, ser violadora de deveres funcionais inerentes à magistratura, notadamente o de manter conduta irrepreensível na vida pública e particular”.

Ludmila também é acusada de participação em congresso com suposta conotação política em setembro do ano passado com políticos e blogueiros.

Anônimo disse...

Como se Augusto Nunes fosse alguém que merecesse crédito....

Anônimo disse...

Se a JP apoiasse um determinado candidato não teria problema nenhum.
A Globo, a folha, o Estadão, a UOL e otros jornalecos de esquerda apoiam o LUla ostensivamente.
Eles podem, já a a JP não pode! Isso é a democraciaa deles! A democracia que está de olho nos cofres do governo.

Quando tem um concorrente de peso, eles tentam cancelar, eliminar. Isso não é do jogo, é uma máfia. Como diria o Boris Casoy: "Isso é uma vergonha"... quando não é caso de polícia.

A Globo por exemplo está desesperada porque vai perder muito dinheiro com o mundial. Tem que arranjar dinheiro de qualquer forma. Entenderam?