África do Sul não concede agrément e Bolsonaro retira indicação de Crivella

O presidente Bolsonaro retirou a indicação do ex-prefeito do Rio, Marcelo Crivella, para o posto de embaixador do Brasil junto ao governo da África do Sul.

Crivella é bispo da Igreja Universal.

A indicação atendeu pedido da igreja de Edir Macedo, que queria Crivella na África do Sul para cuidar dos seus interesses na África, com ênfase em Angola, onde enfrenta problemas muito sérios com as autoridades locais.

O governo da África do Sul sabia disso e não concedeu agrément para Crivella.

3 comentários:

Anônimo disse...

Bolsonaro sem moral pra uma mera indicação diplomática.

A que ponto chegamos!

Anônimo disse...

B.E.L.E.Z.A CHEGA DE IGREJA UNIVERSAL.

Anônimo disse...

A que ponto chega a tua burrice...