Polícia fecha mais de 160 estabelecimentos no litoral norte por infrações às regras de controle do vírus chinês

Entre esse sábado e domingo, conforme a Brigada Militar, 265 estabelecimentos comerciais foram vistoriados nos municípios de Capão da Canoa, Xangri-Lá, Tramandaí, Imbé, Arroio do Sal e Torres, no litoral norte do RS. Desses, 166 estavam abertos além do horário permitido.

Vale lembrar que as atividades não-essenciais estão suspensas em todo o Rio Grande do Sul, das 20h às 5h e veranistas não podem permanecer na areia, apenas realizar caminhadas à beira-mar. 

Nas últimas semanas, em especial no período do carnaval, diversas aglomerações foram flagradas por veranistas nas praias gaúcha e o conteúdo foi postadas nas redes sociais e até criticada pelo governador do estado, Eduardo Leite. As informações são do Correio do Povo e BM.   

11 comentários:

Renato disse...

https://www.youtube.com/watch?v=XrpQplum9LY

Anônimo disse...

Enquanto isso...
"Gilmar considera que homem preso com 188 Kg de cocaína não merece prisão"
Esse ministro do STF é maravilhoso. Tem uma visão humanística explendorosa.
Onde se lê Gilmar, leia-se Gilmar Mendes.
Lindô... Lindô... Lindô...

Anônimo disse...

Ô Polibius, cadê essa notícia no seu brógue?

"Gilmar considera que homem preso com 188 Kg de cocaína não merece prisão"

Esse ministro do STF é maravilhoso. Tem uma visão humanística explendorosa.
Onde se lê Gilmar, leia-se Gilmar Mendes.
Lindô... Lindô... Lindô...

Anônimo disse...

Que desserviço da nossa polícia...
Marionetes de LEITE!

Anônimo disse...

Tenho a impressão de que os servidores públicos não sabem de onde vem o dinheiro dos seus salários. Devem pensar que é a Casa da Moeda que paga os salários deles.

Sheila disse...

Foda-se lockdown e que esses governadores corruptos usurpadores vão todos TNC.

Zatron disse...

SUGIRO AOS RECALCITRANTES APRENDER UM POUCO DE HISTÓRIA E VER O QUE ACONTECEU NA SOCIEDADE ALEMÃ DE 1933 A 1939.
LARGA DESSA PREGUIÇA, VAI TE CUSTAR TUDO QUE TENS, ESSA TUA IGNORÂNCIA

Anônimo disse...

Miséria e fome é a cara das esquerdas.

Zatron disse...

Nas últimas semanas, em especial no período do carnaval, diversas aglomerações foram flagradas por veranistas nas praias gaúcha e o conteúdo foi postadas nas redes sociais e até criticada pelo governador do estado, Eduardo Leite. As informações são do Correio do Povo e BM.

PARECEM OS DEDOS DUROS ENTREGANDO OS JUDEUS NA ALEMANHA NAZISTA.

VÃO PREPARANDO A CAMINHA DE VCS

Anônimo disse...

Especialistas alertam: Brasil viverá 'cenário de guerra' em duas semanas, se nada for feito contra a Covid:

"Vamos ter pessoas morrendo em casa ou morrendo na porta dos hospitais, porque não vamos ter onde interná-las", afirma a médica Thaís Guimarães, presidente da Comissão de Infectologia do Hospital das Clínicas

1 mar 2021

247 - Epidemiologistas estão alertando para a catástrofe ainda maior que ase avizinha do Brasil na pandemia do novo coronavírus, caso medidas severas de restrição da população não sejam tomadas nas próximas duas semanas.

"Vamos ter pessoas morrendo em casa ou morrendo na porta dos hospitais, porque não vamos ter onde interná-las. Vamos ter um cenário de guerra”, avalia Thaís Guimarães, médica infectologista e presidente da Comissão de Infectologia do Hospital das Clínicas, em declaração à CNN Brasil.

Segundo a professora de epidemiologia Ethel Maciel, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), as variantes da Covid-19 em circulação no país tendem a aumentar o índice de contaminação nas próximas semanas, principalmente quando combinadas com as aglomerações.

“O que podemos supor é que a P1 (variante identificada em Manaus) vai se tornar dominante e se espalhar rapidamente”, afirma. “Temos curvas epidêmicas diferentes em cada estado, por causa da adoção de medidas diferentes. É possível que a gente arraste essa pandemia no pior nível por mais tempo. Eu acredito que março vai ser muito ruim”, prevê Maciel.

O Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (1º) a marca de 255 mil mortos por covid-19, com o registro de mais 778 vítimas em um período de 24 horas. As informações são do são do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass).

O número total de vítimas do novo coronavírus é de 255.720 óbitos. Este é o pior momento do surto de covid-19 no Brasil, desde o início da pandemia, em março . A última semana foi a mais letal de todo o histórico, assim como o mês de fevereiro.

Foram 8.224 mortos nos últimos sete dias e mais de 30 mil mortos no mês. Desde o dia 21 de janeiro o país tem média móvel, calculada em sete dias, acima de mil mortes diárias. Hoje (1º), o país alcançou novo pico, com 1.225 vítimas por dia, em média.

Anônimo disse...

Policiais com o salário garantido no fim do mês. prendendo cidadãos honestos que precisam trabalhar de manhã para comer de noite e ainda pagar os impostos que pagam os salários garantidos dos parasitas públicos.
Enquanto bandidos estão soltos.
Ditadura brutal.
Policiais cúmplices dos ditadores e contra o povo que honesto os sustenta.