Auxílio emergencial: Governo estuda proposta de renovar o benefício para 2021

O presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou hoje, em entrevista a TV Record,  que o governo estuda renovar o pagamento do auxílio emergencial em quatro parcelas de R$ 250,00. O beneficio será para os meses de março, abril, maio e junho. 

Segundo Lira, o governo também analisará durante este período a criação de um novo programa de distribuição de renda.  

7 comentários:

Anônimo disse...

Pode chamar de PLANO VENEZUELA.

Anônimo disse...


Eu tenho uma pergunta emergencial, "quem mandou acidentar o jornalista Oswaldo Eustáquio?"

Unknown disse...

Governadores vão derrubar o Bolsonerus infectus o Jim Jones brasileiro. Chega desse governo pior que o dos petralhas.

Joel Robinson disse...

Em resumo, o Conass afirma que:

Brasil vive pior momento da pandemia, com patamares altos em todas as regiões
Falta condução nacional unificada e coerente da reação à pandemia
É preciso proibir eventos presenciais, inclusive atividades religiosas
É preciso suspender aulas presenciais em todo o país
É preciso adotar toque de recolher nacional; fechar bares e praias
É preciso ampliar testagem e acompanhamento dos infectados
e criar um Plano Nacional de Comunicação para esclarecer a população da gravidade da situação
A carta foi divulgada no momento em que o país bate recordes consecutivos de mortes e casos, e dias depois de o presidente Jair Bolsonaro ter criticado o uso de máscaras, ter provocado aglomerações e ameaçado governadores com corte de repasse de verbas no caso de adoção de medidas mais severas contra a circulação de pessoas.

Anônimo disse...

https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1692992027494251-charges-marco-2021

Anônimo disse...

Joel Robinson, o da "vida ganha" laça impropérios desvairados a Bolsonaro e ainda quer dar uma de ditadorzinho mandando todo o mundo ficar em casa para morrer de fome!

Anônimo disse...

Ninguém quer saber!!?