Com o fim do medo, economia volta a bombar e arrecadação federal de agosto já foi maior do que no mesmo mês do ano passado

 A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 124,5 bilhões em agosto. Houve alta real (descontada a inflação) de 1,33% em relação ao mesmo mês do ano passado.

É o primeiro crescimento real de arrecadação, na comparação com o mesmo período do ano anterior, desde janeiro. Ou seja, depois de 6 meses de queda.

Considerando valores atualizados pelo IPCA, o resultado de agosto foi o melhor para o mês desde 2014, quando a arrecadação foi de R$ 127,4 bilhões.

Os dados foram divulgados nesta  quinta-feira  pela Receita Federal. 

CLIQUE AQUI para examinar a íntegra do relatório.

2 comentários:

Fredoliveira disse...

Os emoregisnestao sendo gerados é às empresas vem.aumebtando suanoeoducao. O consumo cresce. O governo bolsonaeo aumenta sua popularidade. A esquerda pira.

Anônimo disse...

Não se iludam.
Não houve recuperaçao alguma.
Isso tudo é o efeito Bolsa Esmola.
Quando acabar o auxilio a arrecadaçao cai.